Briatore diz que F1 atual é videogame para engenheiros

compartilhar
comentários
Briatore diz que F1 atual é videogame para engenheiros
Por:

Ex-chefe da Renault acredita que categoria deveria ter mais ação na pista e menos cálculos de engenheiros

Flavio Briatore
Flavio Briatore
Red Bull Racing RB11 of Daniel Ricciardo, Red Bull Racing in the pits
Nico Rosberg, Mercedes and Lewis Hamilton, Mercedes make contact in turn one
Kimi Raikkonen, Ferrari SF15-T behind Sebastian Vettel, Ferrari SF15-T in the pits
Michael Schumacher, Benetton Ford

Flavio Briatore, ex-chefe da Renault que foi afastado da Fórmula 1 depois do escândalo de 2009, disse que os fãs querem ver um duelo entre Lewis Hamilton e Fernando Alonso, e não planilhas com cálculos.

Muitas pessoas argumentam que os pilotos de Fórmula 1 perderam o seu carisma e pilotar os carros agora é muito fácil. É a opinião de Flavio Briatore, que também acredita que a regulamentação técnica não é necessariamente uma vantagem para a categoria.

"A F1 mudou", disse o italiano sem rodeios, em entrevista à revista Esquire. "Antes, os pilotos lutavam como gladiadores, mas agora, em vez disso, é um jogo de PlayStation (videogame) para os engenheiros".

"Há muitas normas e regulamentos técnicos que apenas o engenheiros podem entender na F1. As pessoas querem ver Lewis Hamilton contra o Alonso, e não planilhas com cálculos."

Análise: F1, ainda o laboratório principal

Artigo anterior

Análise: F1, ainda o laboratório principal

Próximo artigo

Tem que haver perigo nas corridas de F1, diz Da Costa

Tem que haver perigo nas corridas de F1, diz Da Costa
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Benjamin Vinel