F1 - Hamilton projeta vida difícil na Áustria: "Com a velocidade de reta da Red Bull..."

Heptacampeão pede que Mercedes dê o seu melhor nos próximos dias para melhorar o carro e fazer Red Bull "suar"

F1 - Hamilton projeta vida difícil na Áustria: "Com a velocidade de reta da Red Bull..."

Enquanto a Mercedes conseguiu melhorar sua performance na França após rodadas abaixo do esperado em Mônaco e Baku, a Red Bull também deu um passo adiante, vencendo em uma pista onde muitos acreditavam que seria da rival. E para Lewis Hamilton, isso é uma premonição do que podemos ver nas duas corridas da Fórmula 1 que serão na Áustria nas próximas duas semanas.

Desde o início da era híbrida, a Mercedes é a equipe com o maior número de vitórias no Red Bull Ring, com seis. Mas Max Verstappen e a Red Bull são os únicos a conseguirem quebrar a hegemonia da equipe alemã, com triunfos em 2018 e 2019.

Leia também:

Por isso, Hamilton acredita que o retrospecto e a melhora do carro da equipe austríaca neste ano tornarão a vida da Mercedes mais difícil, acreditando que não será nada fácil bater os rivais em uma pista de alta como é o caso do Red Bull Ring.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, advertiu recentemente algo similar, destacando que a vantagem que a Mercedes tinha sobre o motor, se foi.

"Eles são rápidos demais agora", disse Hamilton. "Deram um grande passo adiante neste fim de semana. Estamos perdendo cerca de três décimos apenas nas retas, então acredito que tenham dado um jeito de melhorar".

speed trap, que registra as velocidades máximas dos pilotos, deixa isso muito claro. Na reta em Paul Ricard, Hamilton foi o mais rápido entre as Mercedes, com 321,2 km/h, mas ainda bem mais baixo que os números da Red Bull: 336,4 km/h para Sergio Pérez e 337 km/h para Verstappen.

Durante o final de semana, o chefe da Red Bull, Christian Horner, revelou que a equipe austríaca havia optado por um ajuste de downforce reduzido, para tirar proveito das retas de Paul Ricard, o que deu certo, com Verstappen ultrapassando Hamilton na penúltima volta da corrida para vencer pela terceira vez na temporada.

Por isso, Hamilton espera uma situação muito similar na Áustria, e pediu para que a Mercedes fizesse de tudo nos próximos dias para melhorar o carro e se colocar na luta pela vitória na casa da Red Bull.

"É um circuito de alta, com retas longas e podemos acabar vendo algo similar a este fim de semana. Obviamente com a velocidade de reta da Red Bull.. mas temos três dias para ver se podemos fazer ajustes e melhoras".

"Quem sabe podemos aproveitar tudo ao máximo e assim podemos fazê-los suar".

F1 2021: Verstappen SUPERA Hamilton e ABRE na LIDERANÇA; as ANÁLISES do GP da França | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho do 'drama' de Bottas e Mercedes em 2021?

 

compartilhar
comentários
F1: Entenda por que Verstappen não foi punido por exceder os limites de pista na França
Artigo anterior

F1: Entenda por que Verstappen não foi punido por exceder os limites de pista na França

Próximo artigo

F1: Wolff 'amacia' frustração de Bottas, após finlandês 'pistolar' no rádio: "Adorei ver ele furioso"

F1: Wolff 'amacia' frustração de Bottas, após finlandês 'pistolar' no rádio: "Adorei ver ele furioso"
Carregar comentários