F1: Entenda por que Verstappen não foi punido por exceder os limites de pista na França

A FIA disse que leva em consideração as circunstâncias de cada incidente e como o piloto volta ao circuito

F1: Entenda por que Verstappen não foi punido por exceder os limites de pista na França

As esperanças de Max Verstappen de vencer o GP da França de Fórmula 1 pareceram sofrer um golpe inicial quando ele escapou na curva de abertura.

O piloto holandês teve a sorte de perder apenas uma posição para Lewis Hamilton quando cortou o interior da curva 2 e retornou na frente de Valtteri Bottas.

No entanto, ao voltar dessa forma, Verstappen parecia ter violado os protocolos de limites da pista. 

Leia também:

Em notas enviadas às equipes pelo diretor de corrida de F1 Michael Masi, ele foi claro sobre os procedimentos que os pilotos deveriam seguir.

"Qualquer piloto que não conseguir contornar a curva 2 usando a pista, e que passar completamente à direita do primeiro poste amarelo fluorescente no ápice da curva, deve se manter totalmente à direita do poste e voltar à pista passando entre os dois blocos demarcados, passando à direita do primeiro e à esquerda do segundo", disse.

Verstappen não fez isso e voltou ao circuito depois dos dois postes amarelos.

Então, em uma temporada em que o piloto da Red Bull foi punido várias vezes por exceder os limites de pista, por que essa foi considerada legal?

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C41

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C41

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

De acordo com Masi, o motivo foi que o ângulo de onde Verstappen escapou significava que teria sido muito complicado para ele contornar os blocos na área de escape.

Além disso, tendo perdido uma posição para Hamilton, foi considerado que não obteve uma vantagem duradoura.

“[Incidentes] são analisados individualmente”, disse Masi. "Com base em onde Max saiu, e acho que vimos Max sair naquela área outro dia, foi bastante claro que teria sido fisicamente impossível chegar àquele ponto e manobrar dependendo da trajetória em que você está chegando em direção a esses blocos."

"O [momento fora da pista de Verstappen] foi analisado e considerado que estava claro que Max diminuiu a velocidade e perdeu uma posição e voltou de forma segura. Portanto, nenhuma ação adicional foi necessária."

Masi deixou claro que, quando os pilotos saem da pista e parecem não seguir o protocolo estabelecido nas notas de limite da pista, nem sempre acontece uma penalidade automática.

A FIA leva em consideração as circunstâncias de cada incidente e como o piloto volta ao circuito. 

É por isso que quando Bottas cometeu um erro na curva 4 mais tarde na corrida e voltou sem contornar o poste na curva 5, foi considerado legal.

Masi acrescentou: "Foi considerado que onde Valtteri realmente escapou no ápice da curva 4, ele provavelmente fez a coisa mais segura nessas circunstâncias."

"Ele perdeu uma quantidade significativa de tempo e voltou de uma maneira segura, portanto, foi considerado que nenhuma ação adicional era necessária", concluiu.

F1 2021: Verstappen SUPERA Hamilton e ABRE na LIDERANÇA; as ANÁLISES do GP da França | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho do 'drama' de Bottas e Mercedes em 2021?

 

compartilhar
comentários
F1: Verstappen nega "vingança" sobre Mercedes por GP da Espanha

Artigo anterior

F1: Verstappen nega "vingança" sobre Mercedes por GP da Espanha

Próximo artigo

F1 - Hamilton projeta vida difícil na Áustria: "Com a velocidade de reta da Red Bull..."

F1 - Hamilton projeta vida difícil na Áustria: "Com a velocidade de reta da Red Bull..."
Carregar comentários