F1 - Horner: É "triste" ver as dificuldades de Ricciardo na McLaren

Chefe da Red Bull tem certeza que o australiano logo retomará seu nível com a nova equipe

F1 - Horner: É "triste" ver as dificuldades de Ricciardo na McLaren

Daniel Ricciardo vive um ano difícil no início da temporada 2021 da Fórmula 1. Com dificuldades para se adaptar ao carro da McLaren, o australiano sofre para igualar a performance de seu companheiro de equipe, Lando Norris. E para seu ex-chefe na Red Bull, Christian Horner, é triste ver o piloto nesta situação.

O australiano estreou na F1 em 2011 com a equipe HRT, antes de assumir a vaga na Toro Rosso no ano seguinte, subindo para a Red Bull em 2014, onde ficou até o fim de 2018. Nesse período, Ricciardo foi um dos destaques do grid, com sete vitórias e 28 pódios no total. Mas em meio a um clima pesado com Max Verstappen, perdendo espaço dentro da equipe, decidiu arriscar, indo para a Renault em 2019.

Leia também:

Ele ficou por dois anos com a equipe francesa, assinando com a McLaren para este ano ainda no início de 2020, logo após Carlos Sainz confirmou sua ida à Ferrari.

Até aqui, essa última mudança não tem se mostrado bem-sucedida. Enquanto Norris acumula uma sequência de bons resultados em meio à sua melhor temporada na F1, pontuando em todas as corridas do ano até aqui, Ricciardo ainda não entrega a mesma consistência, acumulando menos da metade dos pontos do britânico após nove corridas.

Falando com o podcast oficial da F1, Beyond the Grid, Horner, que trabalhou com Ricciardo na Red Bull entre 2014 e 2018, falou sobre a trajetória de Ricciardo após sua saída da Red Bull, o que considera um erro, lamentando também suas dificuldades na McLaren antes do GP da Grã-Bretanha, que será realizado neste domingo (18), às 11h (confira os horários).

Questionado se havia perguntado a Ricciardo se o australiano se arrependia de ter saído da Red Bull, Horner disse: "Não imediatamente".

"Quando ele anunciou que estava saindo da Renault, ele me ligou durante a paralisação no ano passado e lembro ele me dizendo 'provavelmente você deve estar pensando eu te disse e, sim, você disse!' Mas era uma decisão que ele sentia que precisava fazer naquele momento".

"Ele ainda é um grande amigo da equipe, ainda é um grande piloto. É triste ver as dificuldades que ele tem no momento, mas sei que irá superá-las".

A saída de Ricciardo abriu um momento de dificuldades para a Red Bull, que sofreu para encontrar um segundo piloto consistente para correr ao lado de Verstappen. Pierre Gasly durou meia temporada, enquanto Alex Albon se sustentou por um ano e meio, antes da chegada de Sergio Pérez, uma manobra incomum da marca austríaca, trazendo alguém de fora de seu programa.

Após um início inconsistente, Pérez parece finalmente ter se encontrado com a Red Bull, com bons resultados nas últimas corridas, incluindo a vitória no GP do Azerbaijão. Horner também falou sobre o momento do mexicano.

"O modo como ele se encaixou, como ele está entregando resultados, particularmente após sua vitória no Bahrein no ano passado, seria muito difícil não tê-lo na F1. Acho que ele traz uma dinâmica na luta que temos com a Mercedes que começa a entregar resultados".

"Vocês viram isso na França e também no Azerbaijão, com sua primeira vitória, então ele está entregando resultados".

EXCLUSIVO: Mariana Becker vê Hamilton mais irritado, Verstappen maduro e detalha 'treta' com Alonso

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho da temporada de Norris até agora?

 

.
compartilhar
comentários
F1: Fotos de equipe influenciaram Hamilton a lutar pela diversidade no esporte; entenda
Artigo anterior

F1: Fotos de equipe influenciaram Hamilton a lutar pela diversidade no esporte; entenda

Próximo artigo

F1: Vettel não se arrepende de assinar com Aston Martin e elogia Pérez na Red Bull

F1: Vettel não se arrepende de assinar com Aston Martin e elogia Pérez na Red Bull
Carregar comentários