F1: Leclerc diz que ritmo da Red Bull deixou a corrida "chata"

Piloto da Ferrari terminou a corrida em terceiro lugar, atrás dos dois carros da Red Bull

Charles Leclerc, Ferrari SF-24

Andy Hone / Motorsport Images

A Fórmula 1 disputou a segunda corrida da temporada de 2024 na Arábia Saudita, em uma pista de alta velocidade que demanda muito dos pilotos fisicamente. Charles Leclerc destacou a alta temperatura na pista e o esforço que os pilotos sentem no pescoço. O piloto da Ferrari, que largou em em segundo e terminou a corrida em terceiro, disse que a Red Bull estava com um ritmo forte e que o terceiro lugar era o máximo possível para hoje.

Leia também:

"Tivemos um ritmo muito bom porque fizemos a volta mais rápida no final, fui um pouco ajudado por um DRS. Mas no geral, a sensação foi muito boa".

"Foi uma corrida um pouco chata, porque a Red Bull foi rápida demais. Mas conquistamos o máximo de pontos que pudemos hoje. E essa era a meta. Então isso é ótimo.", disse Leclerc.

Essa foi a quarta edição do GP da Arábia Saudita, disputado na pista de Jeddah. O piloto da Ferrari disse que em termos físicos, ele sentiu menos dores do que no ano passado. "Em relação ao ano passado, na verdade senti menos. Não sei por que exatamente. Talvez porque eu estivesse um pouco mais sozinho. Então você tem um pouco menos de adrenalina no carro"

"Mas, no geral, é definitivamente uma das pistas mais físicas da temporada. É quente, mas acima de tudo acho que é mais para o pescoço. Há tantas altas velocidades e algumas curvas são muito, muito difíceis, mas também muito, muito divertidas de dirigir". 

Leclerc dividiu a garagem com Oliver Bearman, que substituiu Carlos Sainz. O espanhol não correu por motivos de saúde. O monegasco elogiou o estrante. "Ele fez um trabalho incrível desde o TL3. Ele estava no ritmo certo na classificação. Ele fez um ótimo trabalho e perdeu o Q3 por muito pouco. E acho que hoje ele tem sido incrível."

"Quero dizer, sétimo em sua primeira corrida na F1, e tendo feito apenas o TL3, em um carro novo é extremamente impressionante. Então tenho certeza que ele está extremamente orgulhoso. Mas todo mundo percebeu o quão talentoso ele é. E acho que é só uma questão de tempo até que ele venha aqui na Fórmula 1", encerrou Leclerc.

F1 AO VIVO: Confira o MELHOR DEBATE sobre corrida em JEDDAH e as NOVIDADES da MotoGP

Podcast #272 – Qual papel de Verstappen na crise da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Verstappen se consolida na liderança do campeonato após GP em Jeddah
Próximo artigo F1: Piloto do dia, Bearman ficou em choque com rapidez e tenso com Hamilton

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil