F1: Mercedes planeja "experimentos" no carro em Melbourne

Essa é uma tentativa de resolver os quiques e baixo desempenho em curvas de alta velocidade do W15

George Russell, Mercedes F1 W15

Zak Mauger / Motorsport Images

O diretor de engenharia de pista da Mercedes, Andrew Shovlin, explicou que a Mercedes tentará abordagens diferente no próximo GP da Austrália de Fórmula 1, enquanto continua aprimorando o carro. O foco desses experimentos é resolver os quiques - que aparecem principalmente em voltas de classificação, quando o carro está menos combustível - e baixo desempenho nas curvas de alta velocidade.

Leia também:

“Definitivamente há dados que estamos coletando em Jeddah. Também estamos analisando os dados da corrida do Bahrein, dos testes do Bahrein, e vamos elaborar um plano sobre como abordaremos os treinos livres em Melbourne. Há muito trabalho em andamento no departamento de aerodinâmica, departamento de dinâmica de veículos.", revelou Shovlin.

“Estamos tentando projetar alguns experimentos que, esperamos, nos darão uma direção que seja boa para o desempenho.”

Andrew Shovlin, diretor de engenharia de pista da Mercedes

Andrew Shovlin, diretor de engenharia de pista da Mercedes

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Shovlin confirmou que o desempenho nas curvas de alta velocidade é uma das principais questões que a equipe está analisando para a Austrália. Ele disse que a fraqueza que se revelou no Bahrein se deveu a uma combinação de fatores.

Um desses fatores é a falta de equilíbrio. O diretor de engenharia de pista da Mercedes explicou que nas curvas rápidas e com pouca área de escape, os pilotos saiam de frente. 

“Você pode imaginar como isso é ruim para os pilotos. Agora, isso foi um fator na classificação e na corrida. Na classlificação também sofremos um pouco com os quiques. Isso foi um problema menor na corrida. Há mais combustível no carro. Você está indo um pouco mais devagar. E isso pareceu se acalmar, e não foi um problema.", explicou Shovlin.

“E o grande problema é que não temos aderência suficiente. Então essa é uma das coisas em que estamos trabalhando duro esta semana, porque Melbourne tem curvas semelhantes. Portanto, estamos trabalhando muito para tentar entender por que parecemos não ter o controle de alguns de nossos concorrentes mais próximos.”

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W15

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W15

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Shovlin observa que Lewis Hamilton e George Russell tomaram direções diferentes durante o fim de semana de Jeddah.

“Parte disso foi que eles reclamaram dos quiques. Então, estávamos procurando maneiras de tentar melhorar isso. Você pode mexer na altura do carro, com a rigidez, e tudo isso parece eficaz.", contou.

“E eles também estavam apenas tentando ajustar o equilíbrio em toda a faixa de velocidade. Então, como é o carro em baixa velocidade? Como é na alta velocidade?"

Embora os carros tenham convergido posteriormente, Shovlin diz que foram aprendidas lições úteis: “Quando você muda as coisas, você pode ver as diferenças. Então, um carro fazendo alterações, você pode ver como ele funciona entre corridas.

“Também podemos olhar para o desempenho global dos dois carros, mas fundamentalmente, as limitações que tivemos na classificação e na corrida foram basicamente as mesmas para ambos.

“Então isso está dizendo que não é uma diferença pequena, não é um pouquinho de curvatura ou uma mola ou barra aqui e ali. É algo mais fundamental que precisamos aprofundar e compreender.”, encerrou.

O dia em que HORNER E MARKO CONVOCARAM RICO PENTEADO para conversa que mostrou a relação dos CHEFÕES

Confira o episódio de estreia do Pódio Cast, o novo podcast sobre motociclismo!

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #273 - Quem está fazendo 'hora-extra' na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior De Vries sobre feito repetido por Bearman: "Williams não pontua sempre, já a Ferrari..."
Próximo artigo F1: Ralf Schumacher afirma que Verstappen é melhor do que Hamilton

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil