Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
73 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
87 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
94 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
150 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
157 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
171 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
178 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
192 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
206 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
213 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
227 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
241 dias

Mercedes: Batalha pelo título deste ano está longe de terminar

compartilhar
comentários
Mercedes: Batalha pelo título deste ano está longe de terminar
24 de out de 2018 17:21

Chefe da equipe alemã liga sinal de alerta após vitória da Ferrari nos Estados Unidos e diz que pista do México deverá ser difícil para seu time

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, acredita que a vitória da Ferrari no GP dos Estados Unidos mostra que a luta pelo campeonato de 2018 ainda está "longe de terminar".

Para Wolff, o time tem que continuar a dar seu máximo sob pena de não conquistar nenhum dos dois títulos mundiais deste ano.

"O GP dos Estados Unidos confirmou o que dissemos antes da corrida: a luta do campeonato deste ano está longe de terminar", disse Wolff.

“Enquanto Lewis conseguiu ampliar sua vantagem sobre Sebastian Vettel em Austin, perdemos pontos para a Ferrari no campeonato de construtores. Temos uma batalha em nossas mãos e teremos que continuar dando o nosso máximo para ganhar os dois títulos.”

"Não podemos ficar felizes com o resultado no Texas, mas isso nos dá a oportunidade de aprender e voltar mais fortes."

Wolff disse que a Mercedes está se preparando para uma "luta dura" com as rivais Ferrari e Red Bull no México, um circuito no qual a fabricante alemã lutou por desempenho em 2017.

“Nossa próxima parada nos leva à Cidade do México, onde enfrentaremos um desafio muito diferente”, explicou ele. “O Autódromo Hermanos Rodríguez é diferente, dada sua alta altitude e as exigências que isso coloca nos carros e nas unidades de potência”.

“Tem sido uma das pistas mais fracas para nós nos anos anteriores e esperamos uma luta difícil com a Ferrari e a Red Bull.”

"Sabemos que não será uma corrida fácil, mas todos na equipe estão focados, motivados e determinados a manter a pressão até a bandeira quadriculada em Abu Dhabi."

Próximo artigo
HORÁRIOS: Eleições tiram transmissão de F1 da TV aberta

Artigo anterior

HORÁRIOS: Eleições tiram transmissão de F1 da TV aberta

Próximo artigo

Red Bull: Após “tempestade”, Verstappen está mais forte

Red Bull: Após “tempestade”, Verstappen está mais forte
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1