Seidl: GPs como Turquia são divertidos mas DNA da F1 é sobre construir o melhor carro

compartilhar
comentários
Seidl: GPs como Turquia são divertidos mas DNA da F1 é sobre construir o melhor carro
Por:

Para o chefe da McLaren, a F1 está dando passos adiante para conseguir colocar tudo sob o mesmo guarda-chuva com o regulamento de 2022

Para o chefe da McLaren, Andreas Seidl, provas caóticas como o GP da Turquia são muito divertidas, mas defende que esse não é um caminho artificial que a Fórmula 1 deve seguir, já que o esporte deve ser sobre ter o melhor carro determinando o ritmo.

Enquanto Lewis Hamilton eventualmente venceu o GP da Turquia com uma margem dominante, a superfície extremamente lisa e as condições de chuva na classificação e na corrida criaram uma prova fora do comum, com a Racing Point fazendo a pole e o segundo lugar na corrida, enquanto a Red Bull e Valtteri Bottas sofreram.

Leia também:

Os pilotos da McLaren, Carlos Sainz e Lando Norris, ficaram mais para baixo no grid, mas se recuperaram na corrida para terminar em quinto e oitavo.

"Tivemos muitos comentários em ambas as direções", disse Seidl sobre o entretenimento criado pelas condições. "Se isso é positivo ou negativo para a F1 o que vimos na sexta e no sábado?".

"Claro que uma corrida assim... temos que admitir que vimos várias corridas com condições complicadas como essa que renderam boas provas".

"É óbvio que todos querem ver os carros lutando na pista, ver ultrapassagens, quer ver carros diferentes na ponta, pessoas escalando o pelotão após largar no fundo".

"Mas, ao mesmo tempo, a F1, em condições normais, é sobre construir, ter o melhor carro e tirar a melhor performance dele. E é normal que o melhor carro esteja na frente na classificação e na corrida. Isso é parte do DNA da F1".

Seidl segue confiante que o novo regulamento técnico de 2022, que visa principalmente criar um grid mais equalizado, permitindo uma pilotagem mais próxima, será um passo adiante.

"Acho que temos muitas coisas positivas vindo a partir de 2022 com o novo regulamento técnico, que deve permitir que os carros andem mais próximos. Isso também deve permitir mais ultrapassagens, e ainda temos o regulamento financeiro, que deve ajudar nisso também".

"Acredito que não há motivos para ser pessimista".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Rubinho relata emoção com filhos nas 500 Milhas de Kart e Motorsport.com estreia bem com o 11° lugar

Podcast #076 – Hamilton x Schumacher: a comparação entre os campeões da F1

 

Hamilton revela como Brawn foi essencial em decisão de ir para Mercedes

Artigo anterior

Hamilton revela como Brawn foi essencial em decisão de ir para Mercedes

Próximo artigo

Wolff critica direção tomada pela F1 com circuitos modernos: "Estacionamentos gigantes de supermercado"

Wolff critica direção tomada pela F1 com circuitos modernos: "Estacionamentos gigantes de supermercado"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper