GT Sprint Race: Tudo igual na divisão AM

Com alternância de líderes, três pilotos assumiram topo da tabela do torneio Brasil durante temporada

GT Sprint Race: Tudo igual na divisão AM

O duelo na categoria AM está alucinante e as etapas recheadas de emoção, você vai poder conferir ao vivo a grande final, no dia 5 de dezembro no Motosport.com. O grid da 10ª edição da competição genuinamente brasileira, que conta com nove etapas, 21 corridas (seis etapas do torneio Brasil), trouxe uma disputa impressionante pelo título nacional.

Leia também:

Em cinco das seis etapas do calendário, sendo 10 corridas disputadas da GT Sprint Race da competição nacional Brasil foi uma verdadeira alternância de lideranças, três carros já estiveram à frente. Na primeira etapa o GTSR#33 de Bruno Campos, no Velocitta, em seguida o GTSR#17 de Walter Lester assumiu e se manteve líder da segunda a quarta etapas e, ao final das corridas de Curitiba, o GTSR#37 de Luis Debes alcançou o topo como novo líder da tabela de classificação, conservado na etapa de Londrina.

“O objetivo é brigar pelo título. Chegamos aqui com uma vantagem interessante, mas não tranquila. Nossa luta sempre foi pelo título (Brasil)”, disse Luis Debes. “Curitiba é um circuito que conheço um pouco melhor, então não terei esta desvantagem em relação aos meus competidores. Entretanto, a briga será acirrada, com promessa de luta até a última volta. A expectativa é muito grande, mas espero conseguir deixar este título aqui, em terras curitibanas”, finaliza Debes.

Luis Debes acumula 190 pontos na tabela de classificação da divisão AM. Logo atrás vem Caê Coelho, com 182 pontos e Walter Lester, com 170 pontos, e garantem que darão trabalho ao líder. Na sequência, estão Adriano Ramos e Giovani Girotto, na quarta e quinta posições, respectivamente.

O piloto Caê Coelho, que faz sua oitava temporada completa na GT Sprint Race, vem em ascensão na categoria AM e avalia a temporada até aqui: “Consegui alcançar meus objetivos nas últimas etapas. Ser campeão é o principal, respeito e tenho grandes adversários, por isso a final será ainda mais emocionante”, afirma o competidor que está ao volante do GTSR #55.

Para Walter Lester a temporada tem sido de boas conquistas: "Foram disputas acirradas com vitórias, principalmente na fase inicial. Mas ainda não acabou, temos mais uma etapa para terminar o ano e tentar ficar com esse título. Quero fechar o ano com chave-de-ouro e somar mais duas vitórias”, disse o piloto do GTSR #17.

Em 2021, o calendário da GT Sprint Race está dividido em duas séries e nove etapas, sendo oito praças diferentes: o campeonato nacional, com seis etapas (duas corridas em cada), – Velocitta (SP), Interlagos (SP), Cascavel (PR), Londrina (PR) e duas em Curitiba (PR) –, e as três etapas da “Special Edition” – Goiânia (GO), Tarumã (RS) e Potenza (MG) –, com três corridas cada. Da somatória dessas séries, sairá os campeões do Overall nas suas respectivas classes: PRO, PROAM e AM.

Veja como foi a etapa noturna de Londrina

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #146: Hamilton teve a maior exibição da carreira no Brasil?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
GT Sprint Race: Nove pontos separam líderes na PROAM
Artigo anterior

GT Sprint Race: Nove pontos separam líderes na PROAM

Próximo artigo

GT Sprint Race: Classificação nacional na PRO é mais um atrativo na reta final

GT Sprint Race: Classificação nacional na PRO é mais um atrativo na reta final
Carregar comentários