Cacá Bueno terá pintura da Lotus de Senna em Sta Cruz do Sul

compartilhar
comentários
Cacá Bueno terá pintura da Lotus de Senna em Sta Cruz do Sul

Em parceria com Instituto Ayrton Senna, piloto carioca terá esquema de cores da Lotus de 1987, vencedora do GP de Mônaco

Pintura Cacá Bueno
Macacão Cacá Bueno
Podium: race winner Ayrton Senna, Team Lotus with Lotus boss Peter Warr, who collected the constructors trophy
Ayrton Senna, Team Lotus Honda 99T
Ayrton Senna, Team Lotus Honda 99T
Ayrton Senna, Team Lotus Honda 99T
Pintura Cacá Bueno
Ayrton Senna, Team Lotus Honda 99T

Neste mês serão completados 30 anos da primeira de seis vitórias de Ayrton Senna em Mônaco. O brasileiro até hoje é o recordista de vitórias no principado, e por isso o Instituto Ayrton Senna, em parceria com a Cimed Racing, decidiu promover algo diferente e especial: pintar o carro de Cacá Bueno com um esquema de cores alusivo ao carro usado por Senna em 1987.

Filho do narrador Galvão Bueno, Cacá irá utilizar na próxima etapa da Stock Car, em Santa Cruz do Sul (RS), a pintura da Lotus no GP de Mônaco de 1987, feita com consultoria de Raí Caldato, que neste ano ganhou o concurso para desenhar o capacete de Lewis Hamilton.

"Estou muito honrado em fazer esta homenagem em parceria com o Instituto Ayrton Senna”, disse Cacá Bueno.

“Ele sempre foi e será meu grande ídolo no esporte e na vida, a quem devo muito por hoje ser um piloto profissional de corridas.”

"Além de um grande ídolo, o Ayrton (Senna) sempre teve muito carinho por nós: lembro da luva que ele me deu quando ainda estava no kart. Imagine o que é para uma criança ganhar uma luva do Senna! Só podia ter virado piloto mesmo. Será inesquecível correr com um carro de corrida nas mesmas cores daquele carro que eu torci tanto para ganhar em Mônaco."

Para o Instituto Ayrton Senna, a homenagem faz parte de uma estratégia de ações especiais focando os 30 anos da primeira vitória do piloto em Mônaco, que completa 30 anos neste mês de maio. Depois do triunfo no GP de 1987, o brasileiro alcançou o recorde de seis conquistas, vencendo também as provas de 1989, 1990, 1991, 1992 e 1993.

"Será um ano de memórias muito especiais para a nossa família e para o Instituto Ayrton Senna", diz Bianca Senna, sobrinha de Ayrton e diretora do IAS.

"A história do meu tio (Ayrton) está totalmente ligada ao GP de Mônaco, inclusive não apenas pelas vitórias, mas também por momentos como sua estreia em 1984, quando poderia ter vencido não fosse a interrupção da prova e mesmo assim chegou ao pódio com o segundo lugar em sua sexta corrida na F-1", completa Bianca

Grid Girls brilham em etapa da Stock no Velopark

Artigo anterior

Grid Girls brilham em etapa da Stock no Velopark

Próximo artigo

Stock Car muda data e confirma Corrida do Milhão em Curitiba

Stock Car muda data e confirma Corrida do Milhão em Curitiba
Carregar comentários