Rosso domina etapa do TCR South America em Rivera com vitória dupla

Fim de semana foi o primeiro de dois em terras uruguaias para a categoria

Juan Ángel Rosso

O argentino Juan Angel Rosso foi o nome da quarta etapa do TCR South America disputada na pista uruguaia de Rivera. Ele abriu o dia largando da pole e liderando todas as voltas com direito a melhor giro da corrida 1 e encerrou com escalada de décimo para primeiro, com direito a ultrapassagem dupla na volta final.

Com os resultados, o competidor do Honda #26 se credenciou para disputar o título com seu compatriota Fabricio Pezzini e com o brasileiro Rapha Reis. Encerrada a primeira metade da temporada, o piloto do Lynk & Co #07 segue na liderança com 286 pontos. O competidor do CUPRA #77 tem 256. Rosso chegou ao Uruguai 70 tentos atrás do líder e sai com 42 de desvantagem.

Leia também:

Na primeira corrida, Rosso foi acompanhado no pódio por Reis e Pedro Aizza. Na segunda prova, Aizza repetiu o pódio, com Pezzini em segundo. Pela Copa Trophy, os vencedores foram os brasileiros Edson dos Reis e Fabio Casagrande.

Rosso dominou de ponta a ponta. O argentino conquistou um Gran Chelem no técnico traçado uruguaio com condições de pista desafiadoras. Raphael Reis foi o segundo, com Aizza terminando em terceiro após conquistar três posições na largada.

O líder Pezzini terminou na quarta posição, com seu companheiro de equipe, Manuel Sapag, na quinta posição. Foram quatro montadoras diferentes entre os cinco primeiros colocados: Honda, CUPRA, Hyundai e Lynk & Co.

Pela Copa Trophy, Edson dos Reis, que terminou na nona colocação, foi o grande vencedor.A corrida 2 teve emoção do começo ao fim. A primeira largada viu um forte acidente entre três competidores, Edson dos Reis, Adalberto Baptista e Guilherme Reischl, que largava da pole e ficou lento no início. 

Após 20 minutos de paralisação em bandeira vermelha, Juan Manual Casella manteve seu Peugeot na frente, com Aizza e Pezzini andando na mesma tocada. Rosso vinha decidido escalando o pelotão. 

Com disputa de posições em todas as voltas e em todos os trechos, uma bandeira amarela com menos de cinco voltas para o final aproximou o pelotão e garantiu emoção até a última curva. Na relargada os cinco primeiros andavam no mesmo ritmo.

No giro final, Pezzini atacou Casella, que acabou escapando da pista. Os dois perderam tempo e abriram a chance para Rosso assumir a liderança. O argentino foi o terceiro competidor a liderar no giro final -e quem fez na hora mais importante da prova. 

O argentino gabaritou a etapa uruguaia, com Pezzini na segunda posição e Aizza na terceira. Fábio Casagrande venceu pela Copa Trophy com a sexta posição.

“O ritmo era muito bom no fim de semana inteiro, o carro estava ótimo", comentou Rosso após o domínio no fim de semana. "Foi uma corrida incrível, consegui passar muitos carros, era mais rápido que o Peugeot e aproveitei a briga entre eles para conseguir passar e completar a etapa com mais uma vitória. Me contentava com o quinto lugar, mas com o safety voltei com tudo para a disputa da vitória.”

“Uma temporada muito boa e uma corrida muito boa", explicou Pezzini. "Boa de pilotar também. Sábia que o Rapha Reis estava fora, então os pontos eram importantes para o campeonato. Estava contente com o terceiro lugar, mas quando vi a oportunidade de atacar as duas posições da frente, fiz! Mas acabei pegando uma poça".

"Cheguei a assumir a liderança, mas o Rosso ficou na parte limpa da pista e conseguiu me passar novamente, numa briga disputada e limpa. Foi uma ótima corrida, muito divertida e com pontos importantes.”

“Foi uma boa prova e um bom resultado para o campeonato", analisou Reis. "Consegui pular bem e me manter na segunda posição. O Rosso era muito rápido, então pensei muito nos pontos importantes que precisava conquistar para diminuir a diferença para o líder e conseguimos na primeira prova".

"Na segunda, não tivemos a mesma felicidade por um incidente no início, mas seguimos vivos para lutar pelo título”.

“Foram corridas muito difíceis, com bastante contato entre os pilotos. Cometi um pequeno erro no fim, mas consegui manter o pódio e fazer um bom resultado para o campeonato", disse Aizza.

“Tive dificuldades na largada, o carro morreu, assim como já havia acontecido antes", comentou Reis. "Mas, consegui me recuperar e escalar boas posições para receber a quadriculada como vencedor da Copa Trophy nessa primeira bateria. A pista estava muito difícil, muito lisa. Consegui me concentrar e manter o carro inteiro. Essa vitória me escapou em Goiânia, mas veio aqui em Rivera.”

“A largada foi complicada, antes de relargar estava preocupado com os pilotos que se envolveram no acidente", disse Casagrande. Consegui fazer uma boa prova e vencer pela Trophy e somar bons pontos para o campeonato.”

O TCR South America permanece em terras uruguaias para a quinta etapa da temporada, na pista de El Pinar nos dias 6 e 7 de agosto.

 

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #186 – Vitória da Ferrari na casa da Red Bull é marco para recuperação no campeonato?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior TCR South America: Rosso dá show em meio à confusão, vence corrida 2 e "varre" etapa de Rivera
Próximo artigo Reis conquista segundo lugar em Rivera pelo TCR South America

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil