No México, Junqueira busca vaga permanente no WEC para 2017

Brasileiro estreia no Mundial de Endurance nas 6 Horas do México e espera conseguir oportunidade para estar na categoria na próxima temporada

No México, Junqueira busca vaga permanente no WEC para 2017
#11 RSR Racing Oreca FLM09 Chevrolet: Chris Cumming, Bruno Junqueira, Gustavo Menezes, Jack Hawksworth
#11 RSR Racing Oreca FLM09 Chevrolet: Chris Cumming, Bruno Junqueira, Gustavo Menezes, Jack Hawksworth
#11 RSR Racing Oreca FLM09 Chevrolet: Chris Cumming, Bruno Junqueira, Gustavo Menezes, Jack Hawksworth
#11 RSR Racing Oreca FLM09 Chevrolet: Chris Cumming, Bruno Junqueira, Gustavo Menezes, Jack Hawksworth
#11 RSR Racing Oreca FLM09 Chevrolet: Chris Cumming, Bruno Junqueira, Gustavo Menezes, Jack Hawksworth
#11 RSR Racing Oreca FLM09 Chevrolet: Chris Cumming, Bruno Junqueira, Gustavo Menezes, Jack Hawksworth
#11 RSR Racing Oreca FLM09 Chevrolet: Chris Cumming, Bruno Junqueira
#11 RSR Racing Oreca FLM09 Chevrolet: Chris Cumming, Bruno Junqueira, Gustavo Menezes, Jack Hawksworth
#11 RSR Racing Oreca FLM09 Chevrolet: Chris Cumming, Bruno Junqueira

Bruno Junqueira e o autódromo Hermanos Rodriguez são velhos conhecidos. Em 2002, pela extinta Champ Car, o brasileiro largou da pole position e terminou em terceiro -  em 2004, Junqueira terminou em segundo. No próximo final de semana, o piloto terá mais uma oportunidade de chegar no top-3 ao estrear no Mundial de Endurance, na classe LMP2.

"Eu gosto bastante da pista. Fiz uma pole lá em 2002, mas o circuito mudou muito. Acho que metade da pista é diferente e não á muito que eu saiba. Agora, minha referência é a corrida de Fórmula 1 na pista", disse o brasileiro ao Motorsport.com.

Junqueira estreia na quinta etapa da temporada 2016 do WEC, as 6 Horas do México, na Greaves, ao lado dos mexicanos Luis Dias e Ricardo González. "Estou muito feliz por estar aqui, pois era um objetivo que eu tinha para este ano, correr no WEC", disse.

"Estive perto de assinar com outra equipe para fazer a temporada completa, mas não aconteceu. Agora vem a chance de correr no México, com dois bons amigos, que são Ricardo González e Luis Diaz. Estou muito feliz, porque é uma grande oportunidade para nós", acrescentou.

Junqueira disse ainda que a prova no México será vital para suas aspirações para o futuro. "Esta corrida é importante para mim, pois pode abrir uma oportunidade para o futuro. Quero estar no WEC no próximo ano", afirmou.
 
Apesar de ter certa experiência em provas de Endurance - Junqueira participou de provas do WeatherTech United SportsCar na classe Prototype Challenge - o brasileiro vê a estreia na Greaves como um grande desafio.
 
"É difícil saber onde estaremos. Primeiro eu quero fazer o melhor que puder, não sei os limites do carro em comparação com os nossos adversários. Precisamos terminar a corrida e creio que se conseguirmos ficar na pista até o fim, estaremos na briga" completou.
compartilhar
comentários
Para di Grassi, altitude aumenta imprevisibilidade no México

Artigo anterior

Para di Grassi, altitude aumenta imprevisibilidade no México

Próximo artigo

Di Grassi é pole no México; Senna larga na frente pela LMP2

Di Grassi é pole no México; Senna larga na frente pela LMP2
Carregar comentários