Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
18 dias
Fórmula E
27 fev
-
29 fev
Evento encerrado
IndyCar
R
St. Pete
13 mar
-
15 mar
Próximo evento em
12 dias
R
Birmingham
03 abr
-
05 abr
Próximo evento em
33 dias
NASCAR Cup
21 fev
-
23 fev
Evento encerrado
28 fev
-
01 mar
Evento em andamento . . .
Stock Car Brasil
R
Goiânia - Corrida de Duplas
27 mar
-
29 mar
Próximo evento em
26 dias
10 abr
-
12 abr
Próximo evento em
40 dias
MotoGP
05 mar
-
08 mar
Próximo evento em
4 dias
R
GP da Tailândia
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
18 dias

Senna diz que “saiu no lucro” com tornozelo fraturado

compartilhar
comentários
Senna diz que “saiu no lucro” com tornozelo fraturado
17 de ago de 2018 17:34

Piloto da Rebellion acredita que seu acidente em Silverstone tinha potencial para ter consequências mais graves

O brasileiro Bruno Senna passou por um grande susto nesta sexta-feira (17) em Silverstone. Ainda no primeiro treino livre para a etapa britânica do WEC, ele saiu da pista na veloz curva Copse e bateu em cheio no muro.

Apesar de sair do carro sozinho, Bruno foi para o centro médico e teve constatada uma fratura no tornozelo direito. Ele está fora do restante do final de semana, mas conseguiu enxergar o aspecto positivo. Senna crê que escapou de um acidente com potencial ameaçador, já que saiu da pista a 230 km/h.

“Acho que ainda saí no lucro”, disse.

“A pancada foi muito forte e fiquei com medo de ter quebrado o fêmur, porque me virei todo dentro do carro. Mas o monocoque resistiu bem e ainda será recuperado para os ensaios e a classificação de amanhã.”

“Não sofri praticamente mais nada, a não ser um pouco de dor nos quadris.”

Exames complementares descartaram qualquer outra consequência do impacto.

Bruno relembrou o momento da batida: “peguei uma zebra na Copse, as rodas saíram do chão e não deu para fazer mais nada”.

“Já sofri alguns acidentes na minha carreira e este pode ser tranquilamente incluído na lista dos mais sérios. Dei sorte, porque foi apenas uma fratura leve. Poderia ter sido muito pior, mas também poderia sair completamente ileso se a perna ficasse um pouco mais protegida.”

A conselho dos médicos que o atenderam, Bruno já procurou um especialista em Londres para iniciar o processo de recuperação. Na avaliação inicial da equipe que o atendeu no autódromo, ele deverá permanecer em repouso por cerca de seis semanas e em seguida iniciar o tratamento fisioterápico.

Embaixador da marcar, Bruno deverá ser forçado a abrir mão de compromissos com a McLaren, mas aposta na volta em plena forma nas 6 Horas de Fuji, no 13 de outubro no Japão. “Até lá estarei totalmente recuperado”, garantiu.

Próximo artigo
Senna bate em Silverstone e tem fratura no tornozelo

Artigo anterior

Senna bate em Silverstone e tem fratura no tornozelo

Próximo artigo

Toyota forma primeira fila em Silverstone; Alonso sai em 2º

Toyota forma primeira fila em Silverstone; Alonso sai em 2º
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria WEC