Fernando Barrichello faz corrida perfeita e vence pela primeira vez na Fórmula 4 Brasil, em Interlagos, com apenas 16 anos

Filho mais novo de Rubens Barrichello liderou todas as voltas da corrida 2

Barrichello explode de emoção na chegada do filho, com a ex-esposa (Silvana Giaffone) à esquerda e o filho Dudu à direita

Fernando Barrichello venceu com autoridade a corrida 2 da Fórmula 4 Brasil em Interlagos. O piloto de 16 anos assumiu a liderança na primeira curva da volta inicial e cravou a melhor volta da prova, triunfando pela primeira vez na categoria.

O editor recomenda:

O piloto da Full Time Sports teve jornada de superação. Na primeira prova, partindo de oitavo,  teve problemas na largada e caiu para 15º. Mostrando muita resiliência, o piloto deu show de pilotagem ao superar 8 concorrentes até a penúltima volta e garantir o sétimo lugar da primeira prova.

Na segunda corrida, Fernando Barrichello partiu do segundo lugar do grid. Com um excelente reflexo na luz verde, o piloto do carro #41 fez ótima largada e assumiu a primeira posição na entrada do “S” do Senna com uma manobra por fora em Ricardo Gracia.

Barrichello vinha com ritmo muito forte e, no terceiro giro, cravou a melhor volta da corrida. Em um ritmo alucinante, Fernando abria vantagem para Álvaro Cho, o segundo colocado. Na sexta volta, o piloto do carro #41 novamente fez a melhor volta da prova e já abria quase 2s de vantagem.

Com uma atuação excelente no maior palco do automobilismo do brasileiro o piloto do carro #41 melhorava suas voltas a cada trecho. No giro final, Fernando Barrichello ainda teve um setor roxo, o mais rápido da pista antes de receber bandeira quadriculada e triunfar pela primeira vez na F4 Brasil.

Fernando Barrichello volta a acelerar no domingo pela terceira rodada da etapa 3 da F4 Brasil. A categoria tem transmissão ao vivo do Bandsports e mídias sociais da F4. Após a grande rodada de sábado, Fefo falou sobre o começo do fim de semana. "Indescritível esse momento de vencer em Interlagos. O carro estava perfeito, conseguimos uma ótima largada e depois o Álvaro Cho chegou um pouco perto, mas mantive o foco lá na frente", explicou.

"O carro continuou entregando um bom desempenho e consegui abrir uma boa distância e administrar bem o resultado. Meu objetivo era melhorar a cada volta e conseguimos. O Maurício não me avisou que era a última volta, xinguei ele algumas vezes por isso, consegui um setor roxo na última volta inclusive. Sentimento indescritível, já chorei, já ri, já gritei! Estou muito feliz com isso e agora é festejar esse resultado", completou Barrichello.

VÍDEO EXCLUSIVO: DRUGOVICH admite que é “MUITO DIFÍCIL” entrar na F1 como piloto oficial e revela PARCERIA

Podcast #189 - Quem tem mais a perder com confusão contratual? Alpine, Piastri, McLaren ou F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Lucas Staico conquista dois pódios em Interlagos e assume a vice-liderança da F4 Brasil
Próximo artigo Com vitória e quarto lugar, Pedro Clerot amplia liderança na F4 Brasil em Interlagos

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil