Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
18 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
32 dias
04 dez
Próximo evento em
74 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
81 dias

“A chuva é sempre uma amiga”, comemora Hamilton

compartilhar
comentários
“A chuva é sempre uma amiga”, comemora Hamilton

Inglês, pole position na Bélgica, destaca classificação “incrivelmente difícil” com pista molhada em Spa

Pole position após uma brilhante volta nos instantes finais da classificação para o GP da Bélgica, Lewis Hamilton destacou que a tomada de tempos em Spa-Francorchamps foi “uma das mais difíceis da qual se lembra” em sua carreira devido à chuva que caiu na pista.

Hamilton parecia correr por fora na luta pela pole, já que as Ferrari de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen dominaram todas as ações na Bélgica com pista seca. No entanto, a chuva que caiu durante o Q3 mudou a situação, e Hamilton encaixou volta boa o bastante para liderar o grid, 0s7 à frente de Vettel.

O próprio inglês teve seus contratempos sob condições mistas, com alguns erros nas voltas iniciais. Por isso, Hamilton destacou a dificuldade em acertar uma volta perfeita com nível de aderência inconstante na pista mais longa do calendário.

Leia também:

“Foi uma das classificações mais difíceis da qual consigo me lembrar”, observou. “No Q2, eu estava 0s5 atrás e esperava que eu pudesse fazer a diferença. A chuva apareceu e nenhum de nós havia guiado na chuva antes [no fim de semana]. Não sei se vocês viram, mas eu escapei na curva 1, mas estávamos tomando todo o cuidado.”

“Até mesmo na última corrida [a classificação do GP da Hungria] estava muito molhado e é uma circunstância diferente, em que você tem mais aderência com pneus de chuva extrema. Nesta aqui foi difícil demais. Escapei da pista por duas vezes.”

“Trocar direto do slick para o intermediário, entender onde estava seco e onde estava molhado, chegar à Eau Rouge sem saber se seria preciso levantar o pé... Estava bem molhado em alguns pontos, então não consigo encontrar palavras para descrever o quão difícil foi.”

Para obter a volta ideal, Hamilton afirmou que foi fundamental conter a agressividade. “Eu sabia que tinha o ritmo. Era só questão de achar o equilíbrio certo, sem forçar demais ou recuar demais. Estava diferente a cada curva e em momento algum você poderia ser complacente. Estou superfeliz, a equipe fez um supertrabalho e a chuva é sempre uma amiga.”

PLACARES: Confira as disputas internas de cada time na F1

Artigo anterior

PLACARES: Confira as disputas internas de cada time na F1

Próximo artigo

Mais uma volta e eu teria lutado pela pole, diz Pérez

Mais uma volta e eu teria lutado pela pole, diz Pérez
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Bélgica