Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
46 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
53 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
67 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
81 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
95 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
102 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
116 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
130 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
137 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
158 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
172 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
186 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
214 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
221 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
235 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
242 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
256 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
270 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
277 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
291 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
305 dias

Alonso não descarta retorno, mas vê 2018 como adeus à F1

compartilhar
comentários
Alonso não descarta retorno, mas vê 2018 como adeus à F1
23 de ago de 2018 15:24

Fernando Alonso admitiu que não descarta totalmente a possibilidade de retornar à F1 para a temporada de 2019, mas disse que, até segunda ordem, considera o atual campeonato como sua despedida definitiva da categoria.

O espanhol anunciou durante as férias da F1 que não competirá no Mundial em 2019. Isso interrompe uma longa carreira, que inclui participações consecutivas na categoria desde 2003.

Durante entrevista coletiva realizada nos preparativos para o GP da Bélgica deste fim de semana, o espanhol explicou qual é sua mentalidade de momento. “Agora, estou pensando que é um adeus. Mas você sabe como a vida muda muito rapidamente, e ela me ensinou no passado como as coisas podem mudar em um intervalo de alguns meses ou anos.”

“Como disse no comunicado quando anunciei a saída, deixarei a porta aberta porque não tenho uma bola de cristal para saber o que vai acontecer. Então, para mim, é um tchau, mas quem sabe o que acontecerá no futuro?”

O bicampeão também detalhou o processo que o fez tomar a decisão. “Comecei a pensar [nisso] provavelmente no ano passado, e então, neste ano, houve várias mudanças na equipe, com a fabricante de motor, mudanças e coisas do tipo, então pensei que valeria a pena ficar mais um ano.”

“Gosto de guiar esses carros, com esse regulamento. Estou me divertindo. E, neste ano, era uma alegria continuar correndo e ter outra meta. Mas, ao mesmo tempo, fiz mudanças e prioridades neste ano com a supertemporada do WEC.”

“Há alguns meses, decidi que era a hora certa. Me sinto forte, sinto que estou guiando em um bom nível e quero dizer adeus à categoria quando eu ainda me sentir forte ou competitivo, senão não terei para onde ir. Prefiro tomar minha própria decisão e encontrar um novo desafio que a F1 não pode me oferecer no momento.”

Próximo artigo
Ocon admite dificuldade em manter foco com futuro indefinido

Artigo anterior

Ocon admite dificuldade em manter foco com futuro indefinido

Próximo artigo

Ricciardo: vontade de mudar provocou ida à Renault em 2019

Ricciardo: vontade de mudar provocou ida à Renault em 2019
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1