Berger: “Red Bull em alta com potencial campeão Verstappen”

Para ex-parceiro de Senna, a promessa holandesa Max Verstappen é forte candidato a ser campeão no futuro e peça-chave da ascensão da Red Bull no momento

Berger: “Red Bull em alta com potencial campeão Verstappen”
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12
Niki Lauda, Mercedes Non-Executive Chairman with Gerhard Berger
Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Shareholder and Executive Director with Gerhard Berger
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal with Gerhard Berger and Dr Helmut Marko, Red Bull Motorsport Consultant
Pódio: vencedor Ayrton Senna, da McLaren, 2º colcoado Riccardo Patrese, da Williams, e 3º colocado Gerhard Berger, da McLaren
Gerhard Berger
Gerhard Berger with his family
Dr Helmut Marko, Red Bull Motorsport Consultant with Gerhard Berger
Carregar reprodutor de áudio

Com o conhecimento de muitos anos na Fórmula 1, o ex-piloto austríaco Gerhard Berger acredita que a sorte da equipe Red Bull está prestes a mudar com a promoção de Max Verstappen. Segundo o austríaco, que foi companheiro de Senna na McLaren nos anos 80 e 90, a chegada da jovem promessa holandesa significa que a Red Bull está de volta ao páreo.

“ Na F1 existem sempre esses ciclos, tipo três ou quatro anos muito fortes e depois você começa a cair. No caso da Red Bull as coisas estão caminhando de uma forma bem dinâmica para cima”, disse Berger ao Motorsport.com.

“Eles (Red Bull) sempre souberam que a Renault (fornecedora de motores) tinha de melhorar sua lição de casa e parece que a Renault tem feito isso e dado passos para a frente. A vitória na Espanha batendo as Ferrari, mesmo com as Mercedes fora, já foi um uma luz no fim do túnel”.

Berger diz que a decisão de promover Verstappen mostra que a Red Bull busca ter a dupla de pilotos mais forte possível para enfrentar Lewis Hamilton e Nico Rosberg.

“Acho que as outras equipes perceberam que se se você quer superar as Mercedes, quando eles possuem uma vantagem técnica, sobretudo nos motores, ainda que você se equipare no carro ainda terá de superar esses dois ótimos pilotos para lutar pelo campeonato de construtores. Pois tanto Hamilton como Rosberg são sensacionais, cada um a seu modo, e na combinação eles são imbatíveis”.

“É por isso que a Red Bull reagiu tão fortemente com Max Verstappen. Eles imaginaram, ‘bem, temos Ricciardo, alguém capaz de competir, mas precisamos de mais um pois a McLaren tem Nico e Lewis’. Eles pensaram, ‘se nós tivermos Verstappen e Ricciardo nós podemos ao menos colocar pressão na Ferrari e, no ano que, teremos uma chance de competir com a Mercedes com dois caras de peso’”, emendou Berger, que sempre foi muito próximo de Dietrich Mateschitsz, dono da Red Bull, e já foi dirigente da Toro Rosso.  

Para Berger, o holandês é um potencial futuro campeão. “Ele ainda é jovem e tem muito a provar, mas para mim é um claro candidato a campeão no futuro. Acompanhei Max bem de perto no kart pois meu sobrinho (Lucas Auer) corria junto com ele. Depois eu o vi na F-3 pois estava na FIA. Lembro-me de um dia em que minha irmã, mãe de meu sobrinho, me perguntou ´por que você sempre fala desse tal de Max Verstappen?’. Respondi ‘é simples, ele é sensacional’. Portanto, o modo de guiar de Max Verstappen eu conheço. Sei que ele é um bom candidato para o futuro”

compartilhar
comentários
Em carta aberta, Sauber tenta encerrar caso Nasr/Ericsson
Artigo anterior

Em carta aberta, Sauber tenta encerrar caso Nasr/Ericsson

Próximo artigo

Palmer terá novo chassi no Canadá após batida em Mônaco

Palmer terá novo chassi no Canadá após batida em Mônaco