Fórmula 1
27 jun
-
30 jun
Evento encerrado
11 jul
-
14 jul
Evento encerrado
25 jul
-
28 jul
Evento encerrado
01 ago
-
04 ago
Evento encerrado
R
GP da Bélgica
29 ago
-
01 set
Próximo evento em
6 dias
05 set
-
08 set
Próximo evento em
13 dias
R
GP de Singapura
19 set
-
22 set
26 set
-
29 set
Próximo evento em
34 dias
10 out
-
13 out
Próximo evento em
48 dias
24 out
-
27 out
Próximo evento em
62 dias
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
69 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
97 dias

Hamilton vs Bottas, Ferrari vs Red Bull: o que está em jogo no GP de Mônaco de F1

compartilhar
comentários
Hamilton vs Bottas, Ferrari vs Red Bull: o que está em jogo no GP de Mônaco de F1
Por:
, Repórter
24 de mai de 2019 20:15

Briga interna entre os dois pilotos da Mercedes e batalha entre escuderias italiana e austríaca por um lugar no pódio devem agitar etapa monegasca. Veja destaques

O famoso GP de Mônaco da Fórmula 1 acontece neste fim de semana e tem a Mercedes como grande favorita. O carro alemão se adaptou bem às ruas do Principado, como evidenciado nos dois primeiros treinos livres, e suas duas concorrentes ainda não mostraram força para destronar a equipe que lidera o Mundial de Construtores.

Ferrari e Red Bull, aliás, devem protagonizar boa disputa por um lugar no pódio em Monte Carlo. A prova neste ano também será marcada por homenagens a Niki Lauda, tricampeão mundial, que faleceu na última segunda-feira (Veja galeria abaixo que mostra todos os carros com os quais o austríaco correu na F1).

O Motorsport.com Brasil destaca essas e outras questões em jogo na corrida deste domingo. Confira:

Leia também:


Mercedes firme em busca de mais uma dobradinha

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10

Photo by: Glenn Dunbar / LAT Images

O time começou 2019 arrasador. Em cinco corridas, cinco dobradinhas. E a equipe comandada por Toto Wolff certamente vem forte para chegar à sexta. Isso porque o carro da Mercedes tende a voar em Mônaco por causa de sua velocidade nas curvas de baixa. E os dois primeiros treinos livres deram uma amostra de que essa deve ser a tônica, já que Lewis Hamilton liderou as duas sessões. A ver se os alemães darão mais um passo em busca de mais recordes.

Mais um capítulo da batalha entre Hamilton e Bottas

Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10

Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10

Photo by: Dom Romney / LAT Images

O pentacampeão mostrou força nas primeiras atividades em Monte Carlo, mas seu companheiro Valtteri Bottas está muito bem nesta temporada e certamente tentará ameaçar o britânico. No segundo treino livre, o finlandês ficou bem perto do atual bicampeão. No sábado, Bottas certamente tentará impor nova derrota a Hamilton na busca pela pole position. Vale ficar de olho, já que a disputa nos treinos classificatórios está acirrada e a vantagem é do finlandês. Nas corridas a história é outra, mas largar do primeiro lugar do grid em Mônaco é um grande diferencial.

Ferrari e Red Bull em briga acirrada pelo pódio

Sebastian Vettel, Ferrari SF90

Sebastian Vettel, Ferrari SF90

Photo by: Zak Mauger / LAT Images

Se as tendências se confirmarem, restará ao time de Maranello e à equipe austríaca a briga pelo terceiro lugar do pódio. Com a Mercedes firme na ponta, Ferrari e Red Bull devem agitar a disputa pela segunda fila. No primeiro treino livre, Max Verstappen foi bem e se colocou entre Hamilton e Bottas, em segundo. Na outra sessão, porém, o holandês teve problemas e pouco correu. Quem aproveitou foi Sebastian Vettel, que levou o carro vermelho ao terceiro lugar, ainda que a mais de sete décimos do líder. Será interessante observar quem se sai melhor nos treinos de sábado.

Verstappen vs Mônaco

Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

Photo by: Gareth Harford / Sutton Images

Se por um lado o jovem tem uma boa oportunidade de pódio, por outro o holandês terá que se livrar de um passado não tão positivo no Principado. Basta lembrar de sua temporada de estreia na F1, em 2015, pela Toro Rosso, na qual Verstappen encheu a traseira de Romain Grosjean antes da Sainte Devote. No ano seguinte, ele abandonou a prova por conta de um acidente. Já em 2018, o holandês bateu no treino classificatório e ficou de fora da briga pela pole, conquistada por seu então companheiro Daniel Ricciardo, que venceu a corrida. A ver o que Verstappen apronta em 2019.

Batalha no pelotão intermediário

Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C38

Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C38

Photo by: Dom Romney / LAT Images

Por enquanto, a McLaren é a 'melhor do resto' no grid da Fórmula 1, mas a equipe britânica não foi tão bem nos treinos livres. E suas rivais estarão fortes na briga pelo primeiro posto após Mercedes, Ferrari e Red Bull. É o que aponta o resultado das sessões práticas. No treino inaugural, a Renault apareceu bem, com Nico Hulkenberg em sétimo, logo à frente da Haas de Grosjean. Já no TL2, que teve tempos bem mais rápidos, Alex Albon levou a Toro Rosso a um excelente quinto posto. Difícil prever quem chega melhor para as atividades deste sábado. A disputa certamente será agitada, e Kimi Raikkonen tentará uma boa colocação para o seu GP de nº 300 na elite do automobilismo.

As homenagens a Lauda

A F1 anunciou nesta sexta-feira que haverá um minuto de silêncio em memória a Niki Lauda, que faleceu na última segunda-feira. Abaixo, veja todos os carros com os quais o austríaco competiu.

Galeria
Lista

1971, March 711

1971, March 711
1/31

Foto de: Divulgacao

Foi com esse carro que Lauda estreou na Fórmula 1 no GP de seu país em 1971

1971, March 711

1971, March 711
2/31

Foto de: Divulgacao

Lauda disputou apenas a corrida da Áustria em 1971

1972, March 721

1972, March 721
3/31

Foto de: LAT Images

Na temporada seguinte, Lauda (à frente) fez sua primeira temporada completa a bordo do March 721

1973, BRM P160

1973, BRM P160
4/31

Foto de: LAT Images

Em sua segunda temporada completa na Fórmula 1, Lauda correu pela BRM e impressionou a ponto de chamar a atenção de Enzo Ferrari

1974, Ferrari 312B3

1974, Ferrari 312B3
5/31

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Tanto que, em 1974, o austríaco foi contratado pelo time de Maranello

1974, Ferrari 312B3

1974, Ferrari 312B3
6/31

Foto de: LAT Images

Em seu primeiro ano em uma equipe de ponta, Lauda teve o suiço Clay Regazzoni como companheiro

1974, Ferrari 312B3

1974, Ferrari 312B3
7/31

Foto de: LAT Images

Aquele ano marcou a primeira vitória do austríaco, no GP da Espanha

1974, Ferrari 312B3

1974, Ferrari 312B3
8/31

Foto de: LAT Images

Lauda terminou a temporada em quarto. O brasileiro Emerson Fittipaldi foi o campeão, conquistando, com a McLaren, seu segundo título

1975, Ferrari 312T

1975, Ferrari 312T
9/31

Foto de: LAT Images

Em 1975, porém, Lauda "destronaria" Fittipaldi. A bordo do novo carro da Ferrari, o austríaco brilhou

1975, Ferrari 312T

1975, Ferrari 312T
10/31

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Com mais um ano de muita consistência e velocidade, Lauda voou para conquistar o primeiro de seus três títulos mundiais

1975, Ferrari 312T

1975, Ferrari 312T
11/31

Foto de: LAT Images

Lauda foi campeão com 64,5 pontos. Fittipaldi foi vice com 45

1976, Ferrari 312 T2

1976, Ferrari 312 T2
12/31

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Depois de conquistar seu primeiro título, o austríaco chegou à temporada seguinte com vontade de defender sua posição

1976, Ferrari 312 T2

1976, Ferrari 312 T2
13/31

Foto de: LAT Images

O ano de 1976 começou bem, com grande confiabilidade do carro da Ferrari, melhor que a concorrente McLaren

1976, Ferrari 312 T2

1976, Ferrari 312 T2
14/31

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Ao longo da temporada, porém, o carro da equipe britânica melhorou e James Hunt se colocou como rival de Lauda na busca pelo título

Niki Lauda, Ferrari, e James Hunt, McLaren

Niki Lauda, Ferrari, e James Hunt, McLaren
15/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Os dois construíram uma grande rivalidade, mas eram amigos. A relação de ambos é retratada no filme "Rush"

Niki Lauda, Ferrari, e James Hunt, McLaren

Niki Lauda, Ferrari, e James Hunt, McLaren
16/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

No fim das contas, Hunt aproveitou a ausência de Lauda em algumas etapas por conta do acidente do austríaco em Nurburgring para somar pontos importantes e chegar à etapa final, em Fuji, com condições de vencer. Lauda acabou desistindo da corrida chuvosa em função das condições perigosas e Hunt chegou em terceiro para faturar seu primeiro e único título

1977, Ferrari 312T2

1977, Ferrari 312T2
17/31

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Na temporada seguinte, Lauda veio com fome para retomar o título

Niki Lauda, Ferrari 312T2

Niki Lauda, Ferrari 312T2
18/31

Foto de: LAT Images

Dito e feito: o austríaco retomou a coroa em sua segunda, superando de vez as sequelas psicológicas do grave acidente do ano anterior

1978, Brabham BT45C

1978, Brabham BT45C
19/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Em 1978, Lauda foi para a Brabham

1978, Brabham BT46

1978, Brabham BT46
20/31

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

A equipe era comandada por Bernie Ecclestone

1978, Brabham BT46B Alfa Romeo

1978, Brabham BT46B Alfa Romeo
21/31

Foto de: LAT Images

O motivo da saída para a Ferrari foi a procura da equipe italiana pelo argentino Carlos Reutemann após o acidente de Lauda em 1976

1978, Brabham BT46B

1978, Brabham BT46B
22/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Um dos carros da Brabham em 78 chamava a atenção por sua traseira

1979, Brabahm BT48

1979, Brabahm BT48
23/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

No ano seguinte, a equipe seguiu sem condições de levar Lauda à disputa pelo título

1979, Brabham BT48

1979, Brabham BT48
24/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Foi nessa época que o austríaco começou a intensificar seus empreendimentos em sua companhia aérea

1979, Brabham BT48 Alfa Romeo

1979, Brabham BT48 Alfa Romeo
25/31

Foto de: LAT Images

No fim daquela temporada, Lauda deixaria a F1 para tocar seus negócios

1982, McLaren MP4

1982, McLaren MP4
26/31

Foto de: Jean-Philippe Legrand

Após dois anos afastado da categoria, Lauda foi persuadido por Ron Dennis a retornar, desta vez pela McLaren. Lauda foi quinto em sua primeira temporada após o retorno à F1

1983, McLaren MP4B

1983, McLaren MP4B
27/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

O terceiro título acabou não vindo no ano seguinte, em 1983, mas estava próximo

1984, McLaren MP4\2

1984, McLaren MP4\2
28/31

Foto de: LAT Images

Na temporada 1984, Lauda finalmente conquistou seu terceiro e último título mundial

1984, McLaren MP4/2

1984, McLaren MP4/2
29/31

Foto de: LAT Images

Em batalha com o novo companheiro Alain Prost, o veterano de 35 anos levou a melhor por apenas meio ponto: 72 a 71,5

1985, McLaren MP4/2B

1985, McLaren MP4/2B
30/31

Foto de: LAT Images

1985 começou com uma série de abandonos de Lauda, o que complicou a temporada do tricampeão - e a relação com Ron Dennis

Alain Prost e Niki Lauda, McLaren MP4/2B

Alain Prost e Niki Lauda, McLaren MP4/2B
31/31

Foto de: LAT Images

O austríaco ainda conquistou sua 25ª e última vitória na F1, no GP da Holanda, em Zandvoort. Prost (à frente) chegaria ao primeiro de seus quatro títulos naquele ano

 
Próximo artigo
GALERIA: Relembre os últimos vencedores do GP de Mônaco

Artigo anterior

GALERIA: Relembre os últimos vencedores do GP de Mônaco

Próximo artigo

Leclerc lidera treino antes de classificação em Mônaco; Vettel bate

Leclerc lidera treino antes de classificação em Mônaco; Vettel bate
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Mônaco
Autor Carlos Costa