Brawn: Schumacher foi fundamental para sucesso da Mercedes

Amigo diz que ninguém deve subestimar o quanto o heptacampeão ajudou no desenvolvimento da equipe entre 2010 e 2012

Brawn: Schumacher foi fundamental para sucesso da Mercedes
Carregar reprodutor de áudio

A última passagem de Michael Schumacher pela Fórmula 1 não rendeu títulos para o heptacampeão, mas serviu como base para o sucesso atual da Mercedes. Pelo menos essa é a avaliação de Ross Brawn, engenheiro que fez parceria com o alemão em seu auge.

Em depoimento ao documentário "Dois Anos Depois", exibido pela emissora alemã ARD na última terça-feira por conta dos dois anos do acidente de esqui sofrido por Schumacher, Brawn disse acreditar que os três anos de trabalho ao lado do amigo na Mercedes precisam ser mais valorizados.

"Nós não tínhamos mais o sucesso dos anos anteriores, mas sua dedicação era a mesma. Ganhar era ainda uma parte de seu DNA", disse o britânico, que comandou a Brawn GP no título de 2009. No ano seguinte a equipe foi vendida para a Mercedes, e Brawn voltou a trabalhar com Schumacher em seu retorno à Fórmula 1.

"Ninguém deve subestimar o quanto Michael fez para o sucesso que a equipe Mercedes goza agora", completou Brawn, lembrando dos títulos conquistados por Lewis Hamilton nos últimos dois anos.

Brawn, que trabalhou com Schumacher na Bennetton e na Ferrari, ainda disse que o amigo é um dos mais impressionantes pilotos que já passaram pela Fórmula 1.

"Ele ganhou corridas que não deveria realmente ter vencido. Na minha opinião, Michael fez isso mais vezes do que qualquer outra pessoa".

Brawn, porém, não deu detalhes sobre o estado de saúde do piloto. Ele defendeu a postura da família, que não divulga informações sobre a recuperação de Schumacher.

"Um Michael Schumacher é o do público e dos meios de comunicação, e o outro Michael era o homem privado. Eles são duas pessoas completamente diferentes", completou.

compartilhar
comentários
John Surtees é condecorado por carreira no automobilismo
Artigo anterior

John Surtees é condecorado por carreira no automobilismo

Próximo artigo

Wolff diz que Mercedes leva a sério "ameaça Ferrari" em 2016

Wolff diz que Mercedes leva a sério "ameaça Ferrari" em 2016