F1 está adotando "abordagem flexível" para calendário de 2021, diz Domenicali

Stefano Domenicali disse que a Fórmula 1 está adotando uma “abordagem flexível” em relação ao calendário de 2021 em meio à pandemia de Covid-19, dizendo que corridas alternativas estão em espera no caso de possíveis mudanças

F1 está adotando "abordagem flexível" para calendário de 2021, diz Domenicali

Depois de ver 13 de seus GPs planejados para o ano passado cancelados devido à pandemia de Covid-19, a Fórmula 1 anunciou um calendário de 23 corridas para 2021.

Mas a F1 já foi forçada a adiar o GP da Austrália devido às contínuas restrições em meio à pandemia, movendo-o de março para novembro, enquanto o GP da China está fora do calendário.

Embora a F1 tenha declarado seu compromisso em cumprir o cronograma existente, o presidente e CEO da categoria, Stefano Domenicali, reconheceu que havia necessidade de ser flexível, com eventos reserva prontos, se necessário.

Leia também:

“Estamos, e eu pessoalmente estou em contato diário com todos os organizadores, porque sabemos que a pandemia ainda está lá, e sabemos muito bem disso”, disse Domenicali falando à Sky Sports F1 em sua primeira entrevista desde o início de sua nova função.

“É por isso que mudamos o GP da Austrália. Mas até agora, as informações que temos indicam que todos realmente gostariam de levar o plano adiante.”

“Claro, precisamos ser flexíveis o suficiente para entender que talvez na primeira parte da temporada, possamos ter alguns eventos sem público ou com número restrito de público.”

“Mas o que posso garantir aos nossos torcedores e fãs é que realmente queremos ter certeza de que a temporada está aí. Temos um compromisso e queremos levá-lo em consideração.”

“Temos alternativas possíveis no caso de cancelamentos, mas até agora, ninguém nos deu informações diferentes das que compartilhamos.”

“Não há razão para mentir, não há razão para dizer algo que não é certo e correto. Isso é o que sabemos hoje, mas sabemos como a pandemia evoluiu, por isso precisamos estar prontos para uma abordagem flexível na temporada.”

A F1 já adicionou o GP da Emilia Romagna em Ímola ao calendário como a segunda etapa da temporada, e deve adicionar Portimão para sediar a terceira corrida. Ambas as pistas foram usadas como locais alternativos em 2020, depois que as mudanças foram feitas no calendário do ano passado.

O adiamento da Austrália levou à criação de uma nova sequência de três corridas consecutivas no calendário de 2021 com uma mudança de data para o GP do Brasil, considerando a preocupações sobre o impacto que o calendário terá nas equipes.

Domenicali disse que a extensão dos futuros calendários da F1 seria definida naturalmente e que seria viável reduzir o número de corridas.

“23 corridas é um número muito importante de corridas, sem dúvida, em termos de quantidade, em termos de atenção, em termos de dedicação das pessoas”, disse Domenicali.

“Pode haver duas posições a esse respeito. Alguém pode dizer que são muitos, outros que não é um problema.”

“Eu diria que essa equação se resolverá pelo fato de que, se conseguirmos entregar um produto incrível, podemos chegar a uma situação em que talvez possamos voltar a um número menor de corridas, talvez tendo a chance de ter possibilidade de rodízio para determinado GP, mantendo o foco em diferentes áreas.”

“Isso é algo que está em nosso plano, pensar com cuidado sobre este ano e se preparar quando o mundo voltar ao normal.”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

 

compartilhar
comentários
F1: Acerto de Sainz com Ferrari deixou Giovinazzi "magoado"

Artigo anterior

F1: Acerto de Sainz com Ferrari deixou Giovinazzi "magoado"

Próximo artigo

F1: Red Bull pode ter solução para seu problema de largada

F1: Red Bull pode ter solução para seu problema de largada
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Redação Motorsport.com