Fórmula 1 GP de Singapura

F1: FIA pune Pérez, mas mexicano mantém vitória do GP de Singapura

Representantes da Federação aplicaram 5 segundos de acréscimo ao tempo final do piloto mexicano, mas insuficiente para alterar resultado

Sergio Perez, Red Bull Racing, 1st position, celebrates in Parc Ferme

Sergio Pérez recebeu uma penalidade de cinco segundos e uma reprimenda após investigação dos comissários da FIA sobre duas infrações de safety car, mas manteve sua vitória no GP de Singapura de Fórmula 1.

O piloto da Red Bull enfrentou uma investigação dos comissários depois de vencer a corrida de Singapura, sendo suspeito de não manter a distância de 10 carros do safety car, durante dois períodos de carro de segurança.

Leia também:

Pérez, que venceu por 7s595 de Charles Leclerc, da Ferrari, manteve a vitória apesar de uma penalidade de cinco segundos e a reprimenda. Cada penalidade foi dada por diminuir mais de 10 carros atrás do carro de segurança.

A reprimenda foi dada pela primeira infração do safety car na volta 10, em vez de uma penalidade de tempo, devido às condições de chuva que os comissários julgaram ser “circunstâncias atenuantes para este incidente e, portanto, determinam que uma reprimenda deve ser imposta”.

O segundo incidente, que ocorreu sob o segundo carro de segurança na volta 36, ​​deu a Pérez uma penalidade de cinco segundos porque “como esta foi a segunda violação do Artigo 55.10 por Pérez durante a corrida e seguiu um aviso expresso do diretor de corrida ”, conforme os documentos dos comissários.

Portanto, Pérez mantém sua vitória no GP de Singapura por 2s595 à frente de Leclerc.

Pérez explicou o incidente e o que ele disse aos comissários durante a coletiva de imprensa pós-corrida: “Houve um pouco de falha de comunicação.

“Nos lugares onde eu conseguia acompanhá-lo [o safety car], ele estava super lento. Nos lugares onde não consegui acompanhá-lo, ele foi rápido. Então, houve um pouco de falha de comunicação lá.

“Mas acho que essas condições não são normais. É perfeitamente compreensível que as condições em que estávamos enfrentando, especialmente no setor final, eram super complicadas. Os comissários ficaram satisfeitos com minha explicação e entenderam.”

Pérez continua em terceiro na classificação de pilotos da F1, dois pontos atrás de Leclerc e 106 pontos atrás do líder do campeonato Max Verstappen, que perdeu sua primeira chance de selar o título mundial terminando em sétimo.

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura durante nossos programas. Não perca!

 

Podcast #197 - Na berlinda, qual será o futuro de Ricciardo e Schumacher?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Latifi sofre penalidade no grid para GP do Japão por batida com Zhou
Próximo artigo F1: Hamilton não vai 'se punir' por erro no GP de Singapura

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil