F1: Pilotos falam sobre procedimento "confuso" de safety car em Abu Dhabi

Direção de prova tomou duas decisões diferentes em poucos minutos sobre o que os retardatários deveriam fazer no reinício da prova

F1: Pilotos falam sobre procedimento "confuso" de safety car em Abu Dhabi
Carregar reprodutor de áudio

Os pilotos da Fórmula 1 admitiram que ficaram confusos com o procedimento "estranho" e "feito para a TV" de reagrupamento durante o final do safety car no GP de Abu Dhabi. O controle da corrida disse inicialmente que os retardatários não teriam permissão para ultrapassar, mas então anunciou que aqueles entre os líderes Lewis Hamilton e Max Verstappen seriam obrigados a passar o piloto da Mercedes antes do reinício.

Lando Norris, Fernando Alonso, Esteban Ocon, Charles Leclerc e Sebastian Vettel - que ocupavam da sétima à 11ª colocação - foram obrigados a dar a volta. Isso permitiu que o holandês da Red Bull se aproximasse para o recomeço, autorizado no final daquela volta. Ele então venceu o britânico da Mercedes nos últimos instantes antes da bandeirada, ajudado por seus pneus macios novos, para reivindicar o triunfo e o título.

Leia também:

O procedimento inusitado, que foi objeto de um protesto pós-corrida da Mercedes, surpreendeu os pilotos.

"Na verdade, eu não sabia que era apenas para os primeiros três ou quatro [na verdade, cinco] até Max", disse Norris. "Então, obviamente, foi feito para ter uma disputa, para a TV. Se foi ou não justo, não cabe a mim decidir."

"Às vezes eles deixam você ir, às vezes não. É apenas 50/50 na metade do tempo, mas haviam dito que não vão nos autorizariam, mas de repente, fazem isso apenas para a última volta, por isso estou um pouco surpreso."

"Quando o safety car estava na pista, pensei que poderíamos ultrapassar rapidamente, porque normalmente é o que acontece”, disse Alonso. "Você vê a luz verde do safety car e, em seguida, está reagrupando a si mesmo até que o carro seja removido."

"No entanto, não tivemos aquele sinal verde, e duas voltas depois que o engenheiro me disse que não poderíamos nos desvencilhar e as posições permaneceriam assim."

"Uma curva depois, a luz acendeu e eu disse: 'Temos uma luz verde?', e eles disseram: ‘Sim, sim, você pode fazer isso agora, siga Norris'. Então foi um pouco confuso."

"Para mim, foi um pouco estranho porque veio do nada", disse Leclerc. "Achei que poderíamos ultrapassar os líderes uma volta antes de reiniciar."

"Eu estava lutando pela nona colocação com o Esteban, eu acho, à frente, mas primeiro me disseram que eu não seria capaz de me desvencilhar e no final, no último momento, tivemos a oportunidade. Então, sim, foi um pouco estranho."

The Safety Car Lewis Hamilton, Mercedes W12, Lando Norris, McLaren MCL35M

The Safety Car Lewis Hamilton, Mercedes W12, Lando Norris, McLaren MCL35M

Photo by: Jerry Andre / Motorsport Images

Vettel disse que recebeu a mensagem com atraso: "Muito tarde, mas acho que tarde demais, eles deveriam nos deixar passar imediatamente como das outras vezes”, disse o alemão.

"Obviamente, você tem os caras lutando na frente. Então só precisa limpar o caminho. Eu não sei o que foi. Para nós, foi uma pena porque não tínhamos corrida naquela altura, estava tudo espalhado."

Depois que os carros mencionados foram autorizados a passar, o próximo - de Daniel Ricciardo - foi obrigado a esperar atrás de Hamilton e Verstappen, com Lance Stroll e o terceiro colocado Carlos Sainz atrás dele.

“Fiquei confuso porque recebi a mensagem de que eles não iriam ultrapassar”, disse o piloto da McLaren. "Na minha cabeça eu pensei: 'Isso parece bom', como eu acho, justo, porque Lewis tinha uma grande liderança e Max pneus mais novos, desta forma ele teria que cortar alguns carros se eles iriam reiniciar a corrida."

"Então eu vi alguns carros ultrapassando e perguntei: 'O que eu faço, eu passo?', e acho que Tom [Stallard] disse: 'Não, você tem que ficar aí.'

"Então, eu literalmente consegui assentos na primeira fila para a última volta. Também utilizando macios novos. Pensei, 'Eu passo os dois?', nah, estou brincando. Sinceramente, estou um pouco sem palavras, não sei o que fazer com isso. Preciso ver como tudo aconteceu."

"Foi certamente uma situação muito estranha para mim", disse Sainz. "Porque estava obviamente a lutar pelo pódio com o Valtteri [Bottas] e a AlphaTauri de pneus médio, enquanto estava com um duro muito usado."

"No início, disseram-me que eles não teriam permissão para se desvencilhar, as pessoas à minha frente. Então permitiram logo depois e pessoas foram, mas ainda havia, acho que era um Aston Martin e uma McLaren de Ricciardo entre os dois líderes e eu.

"E isso eu nunca vi antes, tendo que reiniciar a corrida com esses dois caras na minha frente e enquanto lutava por um P3. Então eu acredito que foi estranho, e talvez algo para se olhar porque quase me custou meu pódio, para ser honesto."

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO NA ABU DHABI; VEJA DEBATE DA FINAL DE 2021 | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #151: Hamilton x Verstappen é a maior decisão da história da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
ANÁLISE: Como a F1 se perdeu nas próprias regras, mais uma vez, no GP de Abu Dhabi
Artigo anterior

ANÁLISE: Como a F1 se perdeu nas próprias regras, mais uma vez, no GP de Abu Dhabi

Próximo artigo

F1: Mercedes deve desistir de apelo contra Verstappen, diz jornal britânico

F1: Mercedes deve desistir de apelo contra Verstappen, diz jornal britânico
Carregar comentários