F1: Verstappen tem cláusula de saída da Red Bull a partir de 2021

compartilhar
comentários
F1: Verstappen tem cláusula de saída da Red Bull a partir de 2021

Segundo jornal holandês, piloto tem abertura contratual caso entenda que equipe não ofereça carro competitivo

Max Verstappen renovou com a Red Bull até o final da temporada de 2023, mas segundo o jornal holandês De Telegraaf, há uma cláusula em seu contrato que permite que ele deixe a equipe após 2021 se considerar que não tem um carro competitivo na Fórmula 1.

“Max Verstappen pode deixar a Red Bull depois de 2021. Se o carro não for competitivo o suficiente, essa é uma opção”, segundo a publicação.

Leia também:

O jornal explica que essa cláusula foi acertada no momento da redação do contrato que Verstappen assinou até 2023. A notícia vem à tona em um momento difícil para o piloto, já que atribui dois finais de semana consecutivos de abandono por falhas no motor Honda.

Embora o chefe do time, Christian Horner, esteja confiante de que o problema do motor será resolvido na próxima semana, é preciso lembrar que a continuidade da Honda na Fórmula 1 além de 2021 também não está garantida.

Apesar dos recentes problemas de motor, Helmut Marko está calmo porque pensa que Verstappen não poderia estar em uma equipe melhor.

"A princípio, este contrato é fixo. Se as coisas continuarem em seu curso normal, tudo está combinado. Agora temos um contrato com a Honda até 2021 e ter um carro de Fórmula 1 sem motor seria uma história complicada", disse Marko.

A isso devemos adicionar as cláusulas de desempenho que Verstappen possui. O objetivo dele é se tornar campeão mundial e ele quer fazer isso com a Red Bull. Porém, se a equipe não levantar vôo e surgir uma oportunidade melhor, ele poderá tentar em uma outra escuderia.

"Max tem um contrato permanente até o final de 2021. Estamos cientes de que precisamos fornecer a ele um motor competitivo", insistiu Marko em declarações ao Sport 1.

Entenda como Max Verstappen pode sair da Red Bull antes do fim de seu contrato

PODCAST: Após 'comemorar' GP 1000, qual é o tamanho da crise da Ferrari?

 

Pr1meiro Stint: A negociação entre Barrichello e Caterham

Artigo anterior

Pr1meiro Stint: A negociação entre Barrichello e Caterham

Próximo artigo

F1: Webber diz que Leclerc pode ser “a próxima vítima” da Ferrari

F1: Webber diz que Leclerc pode ser “a próxima vítima” da Ferrari
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1