F1: Verstappen vê 2020 como "encerrado" e espera mudanças com novo regulamento para lutar pelo título

compartilhar
comentários
F1: Verstappen vê 2020 como "encerrado" e espera mudanças com novo regulamento para lutar pelo título

O piloto da Red Bull vê que 2021 deve seguir o mesmo caminho desse ano devido ao congelamento dos carros

Max Verstappen descartou definitivamente sua luta pelo Mundial de Pilotos de Fórmula 1 em 2020 contra a dupla da Mercedes, e já deixou claro que 2021 deve seguir pelo mesmo caminho. Para o piloto da Red Bull, o ideal é esperar a mudança de regulamento para 2022.

O holandês chegou a estar em segundo no Mundial antes da rodada dupla em solo italiano, motivado após a vitória no GP dos 70 Anos mas, após duas provas sem pontuar, com uma falha na unidade de potência em Monza e a colisão em Mugello, ele vê a diferença como irrecuperável.

Leia também:

Em entrevista à TV holandesa Ziggo Sport, Verstappen deu seu panorama sobre as futuras disputas pelo título.

"Espero que no ano que vem estejamos mais próximos da Mercedes", disse. "Mas não acredito que vamos ser capazes de vencer. Por causa da Covid-19 não podemos fazer nenhuma mudança para 2021. Assim, espero que tenhamos mais opções com o novo regulamento de 2022".

"Mas, se seguirmos longe como agora, isso não acontecerá. Queremos vencer em todos os fins de semana, mas esse Mundial está encerrado".

Já o consultor da Red Bull, Helmut Marko, justificou os problemas recentes sofridos pela Honda em termos de rendimento e falta de confiabilidade, afirmando que eles estão ligados a uma troca de pessoal na montadora.

"A Honda progrediu, mas a Mercedes segue sendo superior. Devemos melhorar e, para isso, a Honda trocou alguns engenheiros, e essa é a razão para essas dificuldades inesperadas". disse Marko à Sport 1.

Marko ainda revelou que a Honda deve decidir até o final de outubro se seu compromisso com a F1 seguirá além do contrato atual que a montadora tem com a Red Bull, que vai até o final de 2021.

VÍDEO: Entenda como quebras da Honda deixam Verstappen tenso na Red Bull

PODCAST: Motorsport.com debate a crise sem fim da Ferrari na temporada 2020 da F1

 

Pandemia, patrocínio e esgotamento: Claire explica motivos que levaram a "game over" da Williams na F1

Artigo anterior

Pandemia, patrocínio e esgotamento: Claire explica motivos que levaram a "game over" da Williams na F1

Próximo artigo

Pérez prioriza contrato de dois anos para seguir na F1 e descarta ano sabático: "Se for assim, prefiro me aposentar"

Pérez prioriza contrato de dois anos para seguir na F1 e descarta ano sabático: "Se for assim, prefiro me aposentar"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1