F1 - Wolff: "Não há nada mais que Hamilton precise provar"

Chefe da Mercedes rebateu acusações de que britânico teria batido deliberadamente em Verstappen

F1 - Wolff: "Não há nada mais que Hamilton precise provar"

Em meio à repercussão ao incidente entre Lewis Hamilton e Max Verstappen no GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, em Silverstone, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, saiu em defesa de seu piloto, afirmando que o heptacampeão não tomou uma atitude em Silverstone para provar um ponto.

Em entrevista ao Motorsport.com, Wolff fez uma análise sobre as primeiras disputas entre Hamilton e Verstappen no início da temporada, que não registraram incidentes. Para o austríaco, um dos pontos fortes do heptacampeão é o seu pensamento a longo prazo, priorizando o campeonato em vez das disputas pontuais.

Leia também:

"Acho que parte do sucesso de Hamilton não se deve apenas a suas habilidades de corrida, mas também por sua maturidade. Estratégia de longo prazo é importante para vencer campeonatos, porque você precisa pontuar".

Mas para Wolff a disputa com Verstappen atingiu um momento em que ninguém estava mais disposto a ceder espaço para o outro, levando à batida.

"Chegou a uma situação em que ceder posição de pista era parte do padrão das corridas anteriores. Desta vez, ninguém cedeu e acabamos com uma colisão pesada".

Muitos acusaram Hamilton de deliberadamente provocar o acidente com Verstappen, algo que Wolff rechaçou, afirmando que seu piloto não precisa se provar a mais ninguém.

"Acho que ele está muito além de provar um ponto. Ele é um cara que venceu 99 corridas e é heptacampeão mundial. Não há nada mais que Hamilton precise provar a qualquer um".

Em meio à sua 15ª temporada na F1, Hamilton já escreveu seu nome entre os maiores da categoria em termos numéricos, sendo o recordista de vitórias, poles e pódios e empatado com Michael Schumacher em títulos.

Vários pilotos, ex-pilotos e nomes ligados ao esporte já colocam Hamilton entre os melhores da história. Mas apesar de boas rivalidades ao longo de sua carreira, como Fernando Alonso, Nico Rosberg, Sebastian Vettel e, atualmente, Verstappen, muitos questionam se seus números não são inflacionados devido à qualidade dominante do carro da Mercedes em boa parte dos últimos sete anos.

Hamilton e Verstappen se encontrarão pela primeira vez após o acidente de Silverstone neste final de semana, no GP da Hungria, 11ª etapa da temporada 2021 e última prova antes da pausa de verão da F1. No Motorsport.com você acompanha a cobertura completa do final de semana no Hungaroring.

F1 2021: Jornalista holandês vê Max maior do país, título perto e maturidade: “não erra duas vezes”

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Como fica o campeonato após guerra declarada entre Verstappen e Hamilton?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Arábia Saudita quer receber corrida sprint e começo da temporada de 2022
Artigo anterior

F1: Arábia Saudita quer receber corrida sprint e começo da temporada de 2022

Próximo artigo

F1: GPs da Arábia Saudita e de Abu Dhabi podem trocar de datas; entenda

F1: GPs da Arábia Saudita e de Abu Dhabi podem trocar de datas; entenda
Carregar comentários