Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

FIA: Casos de Verstappen e Vettel são diferentes como "maçãs e laranjas"

compartilhar
comentários
FIA: Casos de Verstappen e Vettel são diferentes como "maçãs e laranjas"
Por:
1 de jul de 2019 12:15

Novo diretor de provas do órgão que regula o automobilismo, Michael Masi destacou que os incidentes são bem diferentes

A Federação Internacional do Automobilismo (FIA) disse que os casos de Max Verstappen no GP da Áustria e de Sebastian Vettel no GP do Canadá são diferentes como “maçãs e laranjas”. Segundo o órgão regulador do esporte a motor, não se pode comparar a punição aplicada ao alemão da Ferrari ao fato de que o holandês da Red Bull foi inocentado na corrida de Spielberg da Fórmula 1.

Leia também:

Verstappen partiu para o ataque sobre o ferrarista Charles Leclerc no final da etapa do Red Bull Ring em busca da vitória. No momento da ultrapassagem, o holandês pegou a linha de dentro em curva fechada e abriu o traçado, forçando o monegasco para fora da pista. Suas rodas dianteiras chegaram a se tocar, como mostra o vídeo abaixo.

 

Siga o Motorsport.com Brasil no Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

Verstappen venceu na pista, mas o incidente foi investigado pelos comissários por horas após a bandeira quadriculada. No fim das contas, foi decidido que não havia irregularidade por parte do piloto da Red Bull, para desgosto de Leclerc, claramente contrariado com a manobra do rival, o que ficou evidenciado no pódio e nas declarações do ex-Sauber. O resultado da pista acabou mantido.

Muitos questionaram a decisão dos comissários numa perspectiva de comparação ao que foi decidido no caso de Sebastian Vettel e Lewis Hamilton no GP do Canadá. Na ocasião, o alemão escapou na chicane de Montreal e voltou perigosamente à pista, fechando o britânico da Mercedes, como mostra o vídeo abaixo. O ferrarista acabou punido em 5 segundos no tempo de prova e perdeu a vitória para o rival.

 

No GP da França, ocorrido entre as etapas canadense e austríaca, Daniel Ricciardo também recebeu uma punição controversa. O australiano da Renault levou gancho por incidente em que fez manobra perigosa na disputa pela sétima posição em Paul Ricard. O ex-Red Bull acabou penalizado e caiu para 11º, fora da zona de pontuação.

Os incidentes da França e do Canadá foram tomados como paradigma para opiniões sobre o ocorrido na Áustria. De todo modo, o chefe de equipe da Ferrari, Mattia Binotto, já declarou que o time de Maranello não vai recorrer da decisão pelo “bem do esporte”.

O dirigente, porém, alertou que “existem regras claras” para evitar acidentes e outras consequências. O italiano também ressaltou que devem ser consideradas “exatamente as mesmas regras aplicadas em corridas passadas”.

Opinião da FIA

Entretanto, o novo diretor de provas da F1, Michael Masi, disse que comparar os incidentes recentes estava "efetivamente tentando comparar maçãs e laranjas". Segundo ele, nos casos de Vettel e Ricciardo, o gancho se deveu ao fato de que eles forçaram outros rivais para fora da pista depois de eles mesmos terem saído do traçado.

Por exemplo, Vettel saiu da pista enquanto liderava em Montreal e saltou através da grama, então foi punido por ter voltado ao traçado de forma insegura, forçando Hamilton contra o muro enquanto o britânico tentava a ultrapassagem.

Na França, Ricciardo tentou passar a McLaren de Lando Norris, mas passou pela chicane e saiu da pista com todas as quatro rodas, só que ainda tentou manter a linha interna para a segunda parte da curva, forçando Norris para fora.

No caso da Áustria, Verstappen estava fazendo uma tentativa legítima de ultrapassagem quando seu incidente ocorreu, e ao contrário de Ricciardo, o holandês permaneceu no controle do carro o tempo todo e não deixou o circuito.

“Todo e qualquer incidente precisa ser considerado por seu próprio mérito. São curvas diferentes, perfis diferentes, circunstâncias diferentes”, disse Masi ao Motorsport.com. “São três incidentes muito diferentes. Na opinião dos comissários, foi um incidente de corrida”.

Na volta anterior, Verstappen tentou a ultrapassagem na mesma curva e chegou a ficar à frente, mas Leclerc retomou a ponta na tangência da curva seguinte.

Quando perguntado pelo Motorsport.com sobre o incidente, Masi sugeriu que os comissários sentiam que Verstappen tinha "aprendido com a volta anterior" e a natureza do movimento seguinte era fundamentalmente diferente logo depois.

"Ele foi para a curva, freou depois, e Charles obviamente o viu chegando e ficou na linha de fora", disse Masi. “E Max, atrasando a frenagem, pegou uma tangência diferente, mas, em todos os momentos, estava freando praticamente ao máximo. O que aconteceu na volta anterior foi diferente”.

Ao tomar sua decisão, o grupo de quatro comissários - que incluía a lenda das 24 Horas de Le Mans, Tom Kristensen - analisou incidentes anteriores e outros precedentes. Inclusive o confronto entre Hamilton e Nico Rosberg, três anos atrás, na mesma curva. Esse foi um dos motivos para a demora na decisão.

Naquela ocasião, Rosberg – que estava por dentro, como Verstappen - foi punido, mas o incidente foi diferente porque o alemão estava tentando defender a posição. "A grande diferença é que Nico olhou para a ocasião", acrescentou Masi. "Enquanto Max estava muito focado na curva e tentando sair dela o mais rápido possível”.

GALERIA: Veja a classificação do GP da Áustria após confirmação da vitória de Verstappen

Galeria
Lista

1 - Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

1 - Max Verstappen, Red Bull Racing RB15
1/20

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

2 - Charles Leclerc, Ferrari SF90

2 - Charles Leclerc, Ferrari SF90
2/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

3 - Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10

3 - Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10
3/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

4 - Sebastian Vettel, Ferrari SF90

4 - Sebastian Vettel, Ferrari SF90
4/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

5 - Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10

5 - Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10
5/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

6 - Lando Norris, McLaren MCL34,

6 - Lando Norris, McLaren MCL34,
6/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

7 - Pierre Gasly, Red Bull Racing RB15

7 - Pierre Gasly, Red Bull Racing RB15
7/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

8 - Carlos Sainz Jr., McLaren MCL34

8 - Carlos Sainz Jr., McLaren MCL34
8/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

9 - Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C38

9 - Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C38
9/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

10 - Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo Racing C38

10 - Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo Racing C38
10/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

11 - Sergio Perez, Racing Point RP19

11 - Sergio Perez, Racing Point RP19
11/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

12 - Daniel Ricciardo, Renault F1 Team R.S.19

12 - Daniel Ricciardo, Renault F1 Team R.S.19
12/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

13 - Nico Hulkenberg, Renault F1 Team R.S. 19

13 - Nico Hulkenberg, Renault F1 Team R.S. 19
13/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

14 - Lance Stroll, Racing Point RP19

14 - Lance Stroll, Racing Point RP19
14/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

15 - Alexander Albon, Toro Rosso STR14

15 - Alexander Albon, Toro Rosso STR14
15/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

16 - Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-19

16 - Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-19
16/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

17 - Daniil Kvyat, Toro Rosso STR14

17 - Daniil Kvyat, Toro Rosso STR14
17/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

18 - George Russell, Williams Racing FW42

18 - George Russell, Williams Racing FW42
18/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

19 - Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-19

19 - Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-19
19/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

20 - Robert Kubica, Williams FW42

20 - Robert Kubica, Williams FW42
20/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Próximo artigo
Binotto diz que Ferrari não vai apelar sobre decisão "errada" da FIA

Artigo anterior

Binotto diz que Ferrari não vai apelar sobre decisão "errada" da FIA

Próximo artigo

Ironia? Último, Kubica é eleito o piloto do dia no GP da Áustria de F1

Ironia? Último, Kubica é eleito o piloto do dia no GP da Áustria de F1
Carregar comentários