Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
45 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
52 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
66 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
80 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
94 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
101 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
115 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
129 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
136 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
171 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
185 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
213 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
220 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
234 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
241 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
255 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
269 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
276 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
290 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
304 dias

Gasly: Inimizade com Ocon não é boa para nenhum de nós

compartilhar
comentários
Gasly: Inimizade com Ocon não é boa para nenhum de nós
7 de nov de 2018 17:15

Francês da Toro Rosso acusa compatriota de tentar bloqueá-lo de maneira enfática durante prova no México

Pierre Gasly disse que sua disputa com Esteban Ocon no GP do México foi um exemplo de como a rivalidade entre os dois pode ser prejudicial para ambos. Os dois tem corrido um contra o outro desde o kart, mas de acordo com Gasly a inimizade começou quando ele passou a estabelecer uma vantagem sobre Ocon.

Gasly acusou Ocon de deliberadamente colocá-lo fora da pista no México. Perguntado se a rivalidade entre eles estava aumentando, Gasly disse: "no momento não é bom para nenhum de nós".

"Nós perdemos 2s5 e isso me causou um pneu travado", disse Gasly, que terminou a corrida em 10º, na frente do Ocon. “No final, talvez ele pudesse ter terminado em 10º e eu terminado em nono”.

"Você precisa ser objetivo. Eu tento me concentrar na minha corrida e tento deixar tudo limpo, mas acho que isso foi um pouco acima do limite. No final, terminei na frente dele, então tudo bem.”

Os comissários liberaram Ocon sem penalização, dizendo que Gasly saiu da pista na curva 4 porque freou tarde demais. No entanto, Gasly afirmou que foi forçado a sair e optou por desistir de forçar a ultrapassagem na curva seguinte.

"Acho que ele não ficou muito contente pelo fato de que depois de eu largar de último, me recuperei e consegui ultrapassá-lo. Ele me empurrou e eu tive que sair da pista.”

"Eu poderia ter forçado na curva 5 e poderíamos ter batido, mas achei que não valeria a pena e eu teria outra chance depois disso."

Gasly acredita que Ocon deveria ter deixado espaço. “Para mim não foi justo. Ou você diz que precisa deixar o espaço para um carro ou diz que as coisas são permitidas e pode competir agressivamente”.

“Você pode comparar esta situação com muitos outros problemas neste ano que aconteceram com outros pilotos, também no meu caso em Silverstone, por exemplo. Parece ser bastante estranho.”

"Talvez eu fale com Charlie Whiting, diretor de prova da FIA, só para saber. Porque se isso for permitido, da próxima vez eu sei o que posso fazer."

Próximo artigo
Honda leva atualização de motor mais recente ao Brasil

Artigo anterior

Honda leva atualização de motor mais recente ao Brasil

Próximo artigo

No Brasil, Hamilton diz "sentir presença de Senna" em Interlagos

No Brasil, Hamilton diz "sentir presença de Senna" em Interlagos
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1