Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
63 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
77 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
84 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
112 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
140 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
147 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
161 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
168 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
182 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
196 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
203 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
217 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
231 dias

Hamilton: bater recordes de Schumacher nunca foi minha meta

compartilhar
comentários
Hamilton: bater recordes de Schumacher nunca foi minha meta
18 de out de 2018 11:58

Em busca de conquistar seu quinto título mundial, Lewis Hamilton afirmou que nunca teve como objetivo principal quebrar os recordes de Michael Schumacher na F1.

O alemão, que atuou na categoria entre 1991 e 2006, além de uma segunda passagem entre 2010 e 2012, estabeleceu marcas que pareciam inalcançáveis, como sete títulos mundiais, 91 vitórias, 68 pole positions e 155 pódios.

No entanto, Hamilton já se destaca em alguns quesitos, quebrando o recorde de poles (atualmente com 80) e se aproximando em vitórias (71) e pódios (131).

Com mais dois anos de contrato pela frente com a Mercedes, espera-se que o inglês seja um real candidato mais alguns recordes absolutos da F1.

No entanto, Hamilton garante que a conquista de marcas históricas seria uma consequência secundária, e não seu objetivo principal.

“Honestamente, isso nunca foi a minha meta”, disse, em entrevista à agência Reuters. “Comecei com a meta de igualar Ayrton Senna, que é o cara em quem me inspirei. O igualei há dois anos, e desde então tem sido meio que um território desconhecido.”

“Então, as estatísticas de Michael são incríveis e ainda estão um pouco distantes, mas ainda estarei aqui por algum tempo, então vou continuar trabalhando duro e tentar fazer o que eu amo. Vamos ver onde isso nos leva.”

Para garantir o pentacampeonato já no GP dos Estados Unidos, neste fim de semana (o que o colocaria em pé de igualdade com Juan Manuel Fangio), Hamilton precisa abrir mais oito pontos para Sebastian Vettel.

Leia também:

Próximo artigo
Renault promete motor inteiramente novo para 2019

Artigo anterior

Renault promete motor inteiramente novo para 2019

Próximo artigo

Petrolífera pode ajudar Kubica a conseguir vaga na Williams

Petrolífera pode ajudar Kubica a conseguir vaga na Williams
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton Compre Agora