Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
47 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
54 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
68 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
82 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
96 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
103 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
117 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
131 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
138 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
152 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
159 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
173 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
187 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
215 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
222 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
236 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
243 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
257 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
271 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
278 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
292 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
306 dias

Hamilton celebra: “É um momento monumental para nós”

compartilhar
comentários
Hamilton celebra: “É um momento monumental para nós”
16 de set de 2018 15:21

Inglês admite sensação especial após a vitória, mas confessa que teve momentos de “coração na boca” com tráfego de retardatários

Lewis Hamilton não escondeu sua felicidade com o resultado do GP de Singapura de F1, destacando o momento “monumental” da Mercedes após a vitória conquistada na prova.

Hamilton partiu da pole position e controlou a corrida, inclusive vendo seu principal oponente na luta pelo título, Sebastian Vettel, perdendo posição para Max Verstappen e fechando em terceiro.

Isso deu a Hamilton uma vantagem de 40 pontos. Caso Vettel não desconte cinco pontos na próxima corrida, Hamilton passaria a depender matematicamente só de si para conquistar seu pentacampeonato.

“Estou exausto. Foi uma corrida dura”, disse o inglês. “Tive uma boa largada e pude controlar o pelotão, controlar o ritmo e cuidar dos pneus, forçando o ritmo quando eu tinha de forçar.”

Leia também:

“Max teve um ótimo ritmo perto do fim e eu pude manter o ritmo. Não saiba se eu podia fazer frente a ele, mas consegui abrir um pouco.”
“Parece que foi a corrida mais longa da minha vida. Fico feliz que ela tenha acabado. Max me deu uma boa luta, mas que dia, que fim de semana! Me sinto superabençoado.”

Apesar da vitória aparentemente tranquila, Hamilton admitiu que teve seus momentos de susto. “Acho que tive um pouco de azar com o trânsito, e esses caras estavam se movendo e era difícil seguir. Max provavelmente teve um pouco de sorte pensando nos pontos da pista em que ele alcançou os caras, e esses caras não me deixavam passar. Nossa, foi muito próximo, e meu coração estava na boca. Mas, uma vez que os passei, pude acelerar e escapar.”

Para Hamilton, o fim de semana em Singapura representou um momento especial para a Mercedes.

“A posição de pista era tudo, e chegando aqui sabendo da performance da Red Bull – eles sempre estiveram nas primeiras duas filas nos últimos oito anos, ea Ferrari particularmente nos últimos cinco, seis anos, estiveram lá. Eu sabia que eles seriam espetaculares neste fim de semana e que era preciso algo especial para superá-los”, disse.

“Foi um momento monumental para nós. É ótimo ver a felicidade, o sucesso da equipe estando juntos há seis anos, poder ver a empolgação como se fosse a primeira vez.”

Próximo artigo
Vettel admite estratégia ruim e falta de ritmo da Ferrari

Artigo anterior

Vettel admite estratégia ruim e falta de ritmo da Ferrari

Próximo artigo

Verstappen sai “feliz” de Singapura após problemas com motor

Verstappen sai “feliz” de Singapura após problemas com motor
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Singapura