Fórmula 1
27 jun
-
30 jun
Evento encerrado
11 jul
-
14 jul
Evento encerrado
25 jul
-
28 jul
Evento encerrado
01 ago
-
04 ago
Evento encerrado
R
GP da Bélgica
29 ago
-
01 set
Próximo evento em
4 dias
05 set
-
08 set
Próximo evento em
11 dias
R
GP de Singapura
19 set
-
22 set
26 set
-
29 set
Próximo evento em
32 dias
10 out
-
13 out
Próximo evento em
46 dias
24 out
-
27 out
Próximo evento em
60 dias
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
67 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
95 dias

Hamilton e Vettel são contra planos de recapear Albert Park

compartilhar
comentários
Hamilton e Vettel são contra planos de recapear Albert Park
20 de mar de 2019 12:29

Principais pilotos do grid da F1 acreditam que recapeamento tiraria “caráter” de circuito australiano

O circuito de Albert Park deverá ser reasfaltado nos próximos dois anos, segundo a organização do GP da Austrália.

No entanto, Lewis Hamilton e Sebastian Vettel se manifestaram contra os planos de dar ao circuito de Melbourne uma nova superfície pela primeira vez desde começou a receber a F1, em 1996.

Leia também:

"Eu gosto da pista do jeito que está", disse Hamilton.

“Acho que é um ótimo circuito, porque não há áreas de áreas de escape particularmente grandes. Se você colocar uma roda no lugar errado, você tem problemas no geral – o que é ótimo e é como deve ser.”

“As ondulações fazem parte do caráter de Melbourne, então, se você resolver isso, perderia muito.”

“Isso torna mais complicado para nós, mas isso é parte do jogo, você precisa disso. Eu não gosto desses circuitos que são super planos e super suaves, não nos causam problemas.”

Vettel concordou com Hamilton, achando que as ondulações são parte do que faz Melbourne ser especial.

”Espero que eles não reasfaltem, porque isso é parte do caráter dessa pista."

Porém, o diretor-executivo do circuito, Andrew Westacott, disse ao jornal The Age que ele espera que a pista seja recapeada para a temporada de 2020 ou para o ano seguinte.

A decisão dependerá de uma recomendação de Michael Masi, novo diretor de prova da F1, que assumiu o cargo no último final de semana após a morte de Charlie Whiting.

"Nós teremos que obter o relatório de Michael Masi, mas acho que estaremos reasfaltando no próximo ano ou dois", disse Westacott.

Próximo artigo
Kubica não se arrepende de voltar à F1: “precisava tentar”

Artigo anterior

Kubica não se arrepende de voltar à F1: “precisava tentar”

Próximo artigo

Brawn: Ponto para volta mais rápida "animou" fim do GP da Austrália

Brawn: Ponto para volta mais rápida "animou" fim do GP da Austrália
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1