Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
20 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
34 dias
04 dez
Próximo evento em
76 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
83 dias

Hamilton quebra quatro recordes com pole e vitória em Silverstone, incluindo duas marcas que dividia com Senna; entenda

compartilhar
comentários
Hamilton quebra quatro recordes com pole e vitória em Silverstone, incluindo duas marcas que dividia com Senna; entenda

Hexacampeão quebrou dois recordes no sábado e mais dois no domingo

Depois de um começo de final de semana mais complicado, culminando com a rodada no Q2 durante a classificação, Lewis Hamilton voltou a dar show no GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, com mais uma pole position e vitória, que ajudaram o britânico a quebrar uma série de recordes em pouco mais de 24 horas, ajudando ainda mais o piloto a escrever seu nome na história do esporte.

No sábado, o hexacampeão ampliou ainda mais seu recorde de poles e agora soma 91, 23 a mais que Michael Schumacher, o segundo colocado e 34 a frente de Sebastian Vettel, o segundo melhor piloto da lista ainda em atividade. Com isso, ele atinge uma marca de aproveitamento de 35,83% de poles, atrás apenas das marcas de Ayrton Senna (40,12%), Jim Clark (45,21%) e Juan Manuel Fangio (55,77%).

Leia também:

O tempo de sua pole position, 01min24s303, também foi um recorde, sendo a volta mais rápida do traçado atual de Silverstone, superando o tempo da pole de Charles Leclerc de 2019, na casa de 01min25s.

E com a sua conquista do sábado, ele ainda bateu mais um recorde: Hamilton superou uma marca que dividia com seu ídolo Senna e passou a ser o piloto com o maior número de pole positions correndo em casa, com sete.

O hexacampeão largou na primeira posição no GP da Grã-Bretanha em 2007, 2013, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2020, enquanto o brasileiro conquistou seis poles no GP do Brasil sendo três em Jacarepaguá (1986 com a Lotus e 1988 e 1989 com a McLaren) e outras três em Interlagos (1990 e 1991 com a McLaren e 1994 com a Williams).

Já no domingo, a dramática vitória sob três rodas fez com que Hamilton quebrasse outros dois recordes, incluindo um segundo envolvendo Ayrton Senna.

Essa foi a 20ª vitória de Hamilton liderando a prova do início ao fim, sem perder o primeiro posto em nenhum momento. Com isso, ele superou Senna, que acumulou 19 triunfos do tipo ao longo de sua carreira. 

Já o último recorde quebrado envolve outro multicampeão: Alain Prost. Ontem foi a sétima vitória de Hamilton correndo em casa e, com isso, ele ultrapassou o Professor e se tornou o piloto com o maior número de triunfos em casa. Enquanto todas as vitórias de Hamilton foram conquistadas em Silverstone, Prost venceu o GP da França em três pistas diferentes: Dijon, Paul Ricard e Magny-Cours.

Vale lembrar que Hamilton ainda busca bater nesse ano um recorde que há muito tempo era visto como impossível de ser superado: com a vitória de ontem, o piloto está a apenas quatro triunfos de empatar com Michael Schumacher, que teve 91 vitórias ao longo de sua carreira.

Na etapa anterior, na Hungria, Hamilton já havia empatado com Schumacher como o piloto com o maior número de vitórias em um mesmo GP. O britânico tem oito vitórias na Hungria, enquanto o alemão venceu oito vezes na França.

PÓDIO: Hamilton vence com três rodas em GP da Grã-Bretanha maluco

PODCAST: Bastidores do futuro do GP do Brasil e os ambientes de F1 favoritos de Reginaldo Leme

 

Imprensa italiana repercute "prêmio" de Leclerc e "desastre" de Vettel no GP: "Binotto sabe que pódio não reflete realidade"

Artigo anterior

Imprensa italiana repercute "prêmio" de Leclerc e "desastre" de Vettel no GP: "Binotto sabe que pódio não reflete realidade"

Próximo artigo

F1: FIA cogita mudar pneus de próximo GP após furos neste domingo

F1: FIA cogita mudar pneus de próximo GP após furos neste domingo
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1