Maldonado: "Espero que as decisões não sejam tão fortes comigo”

Sem pontuar nas últimas seis provas, venezuelano busca pódios na segunda parte do ano e vê Williams forte em todos os GPs

Maldonado: "Espero que as decisões não sejam tão fortes comigo”
Carregar reprodutor de áudio

Lá se vão seis GPs desde que Pastor Maldonado conquistou seus últimos pontos no campeonato, com a vitória no GP da Espanha. O objetivo do venezuelano para as nove últimas etapas é virar o jogo e, para isso, o piloto da Williams espera evitar visitar tantas vezes a sala dos comissários.

““Espero não ter tantos problemas nesta segunda metade da temporada e que as decisões não sejam tão fortes comigo”, afirmou ao TotalRace. “Estou tranquilo, apenas me preparando. Será importante conseguir bons resultados – não somente pontos, mas lutar por alguns pódios – e acredito que temos todas as condições para fazê-lo. Espero ter um pouco mais de sorte para recuperar um pouco o terreno perdido.”

Sobre a corrida de Spa, Maldonado ressaltou que as demandas do circuito fazem desse o melhor cenário para um retorno após as férias e espera que a Williams funcione bem na Bélgica.

 “É claro que não é a mesma coisa quando você está em uma sequência de corridas, mas não há nada melhor do que voltar em Spa, uma pista que te coloca em forma. Acho que é o favorito de todos, curtimos cada uma das curvas, pois são históricas. Esperamos o ano todo para vir aqui.”

“Temos um novo pacote aerodinâmico, que esperamos que se adapte bem a esse tipo de pista, que é bastante rápida e com um segundo setor bastante travado. Por isso, a eficiência é essencial para este traçado.”

“Acho que nos adaptamos a todos os circuitos. Aqui podemos ir bem porque a maioria das curvas é de média/alta velocidade e a eficiência aerodinâmica conta muito. Mas acho que vamos nos adaptar bem em todas as pistas restantes.”

Maldonado admitiu que não teve muito tempo para descansar enquanto esteve de férias em seu país natal e revelou que voltou ao trabalho já na semana passada.

“Foram férias longas, mas muito ocupadas para mim, com os patrocinadores na Venezuela e com minha família. Estou contente em voltar à Europa, já estive na semana passada na fábrica. Espero que as coisas que estamos programando para estas corridas funcionem e que possamos crescer como equipe.”

compartilhar
comentários
Descansado, Perez mira em vitória até o final da temporada
Artigo anterior

Descansado, Perez mira em vitória até o final da temporada

Próximo artigo

Mesmo com experiência, Senna não espera revolução na performance

Mesmo com experiência, Senna não espera revolução na performance