Fórmula 1
04 set
Próximo evento em
24 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
31 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
45 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
108 dias

Há oito anos, Maldonado dava à Williams sua última vitória na F1

compartilhar
comentários
Há oito anos, Maldonado dava à Williams sua última vitória na F1
Por:
13 de mai de 2020 17:48

O GP da Espanha foi o último momento de glória da Williams na F1 até o momento, com a vitória de Pastor Maldonado

Com 684 corridas disputadas na Fórmula 1 e nove campeonatos de construtores, é justo dizer que a Williams é uma das três equipes de maior sucesso do mundial, mas é difícil de pensar que uma equipe dessas dimensões esteja passando por uma seca de oito anos sem vitórias.

O GP da Espanha de 2012 foi um momento mágico, com a combinação de vários fatores que terminaram não apenas com a primeira vitória de Pastor Maldonado, mas também com o primeiro triunfo de Toto Wolff em sua trajetória na categoria, naquele momento, como acionista e diretor executivo da equipe britânica.

Leia também:

A temporada de 2012 foi um momento de reconstrução para a equipe de Frank Williams, após terminar 2011 com a pior campanha da história do time.

O primeiro destaque daquele ano foi o retorno da parceria com a Renault, que rendeu à Williams os últimos títulos de pilotos e construtores, em 1997, com Jacques Villeneuve. Segundo, a assinatura do ex-projetista da McLaren, Mike Coughlan, lembrado pelo famoso caso de espionagem entre a equipe britânica e a Ferrari.

Foi uma temporada muito competitiva, e a Williams começou apresentando resultados desde o começo, conquistando pontos na Malásia, segunda corrida da temporada, com um sexto lugar de Bruno Senna. Na prova seguinte, na China, ambos pontuaram, e a recompensa maior veio na Espanha.

Maldonado achava que aquele final de semana seria especial, e seu palpite logo se provou certo, quando travou uma difícil batalha na classificação contra Lewis Hamilton, na McLaren, pela pole position.

O inglês conseguiu uma última volta incrível, mas, devido a um erro na carga de combustível, e foi punido pelos comissários, que o jogaram no fundo do grid, deixando o venezuelano com a pole position.

"Depois da classificação, senti que poderia ganhar. É claro que foi ótimo largar na frente; a equipe fez um ótimo trabalho ao me dar esse carro e eu fiz o meu trabalho na pista", disse Maldonado, relembrando o momento.

Ganador Pastor Maldonado, Williams FW34

Ganador Pastor Maldonado, Williams FW34

Photo by: Andrew Hone / Motorsport Images

Drama na corrida

"O começo não foi dos melhores. Fernando largou melhor, mas após a primeira volta, eu tinha um ritmo muito competitivo, o carro parecia bom e nos concentramos na estratégia", disse Maldonado, lembrando que na largada ele foi ultrapassado pela Ferrari de Alonso e pressionado pela Lotus de Kimi Raikkonen.

O momento chave para a vitória do venezuelano veio no momento da segunda parada dos pilotos. A Williams chamou Maldonado primeiro, na esperança de colocá-lo à frente do espanhol. A estratégia foi ajudada por dois fatores: uma boa parada da Williams e o tráfego que Alonso encontrou antes de parar.

"Quando Fernando se aproximou, eu estava cuidando dos pneus, não forcei muito por causa da degradação. Tínhamos uma estratégia muito boa, tudo estava sob controle. Mesmo em alguns momentos que Fernando chegava perto, tínhamos uma tração um pouco melhor. Era uma questão de gerenciar a corrida, a diferença e o ritmo".

Na volta à pista, o piloto da Ferrari se viu atrás de Maldonado, e tentou atacar o venezuelano até o último momento, mas não conseguir reduzir a vantagem de 3s1, que prevaleceu até a bandeira quadriculada.

Pastor Maldonado, Williams F1 Team

Pastor Maldonado, Williams F1 Team

Photo by: XPB Images

Um final explosivo

A vitória foi a primeira da Williams após uma seca de oito anos, desde o triunfo de Juan Pablo Montoya no GP do Brasil de 2004. Enquanto Maldonado foi carregado nos ombros por Alonso e Raikkonen, Frank Williams foi abraçado por Toto Wolff, que colhia seu primeiro sucesso como diretor executivo.

"Essa foi a minha primeira vitória como dono de equipe, uma vitória da qual me orgulho muito, porque vencemos contra todas as possibilidades, tendo menos recursos", disse Wolff.

Mas, embora o drama na pista tivesse acabado, a equipe ainda teve mais um momento de tensão quando, no meio da celebração na garagem, houve uma explosão na parte de trás dos boxes, onde estavam alguns líquidos inflamáveis.

Enquanto várias pessoas corriam para longe, um grupo de membros da equipe carregou a cadeira de rodas de Frank Williams para salvá-lo. Felizmente, além do choque e danos materiais, nada demais aconteceu.

Naquele dia, a Williams reviveu seus momentos de grandeza por algumas horas e Pastor Maldonado conseguiu o que uma porcentagem mínima de pilotos que passaram pela F1 conquistou. E o venezuelano se juntou à lista dos oito vencedores diferentes daquela temporada.

Será que a má fase da equipe vai durar para sempre e essa terá sido a última vitória? Tendo em vista o status atual da equipe e o quanto as coisas mudaram, não apenas internamente como também na categoria, é difícil vê-los de novo no topo. Mas, sem dúvidas, a Williams merece estar sempre no olimpo das grandes equipes da F1.

GALERIA: O fim de semana de Pastor Maldonado no GP da Espanha de 2012

Galeria
Lista

Maldonado celebra a pole position com sua namorada Gabriella Tarkany

Maldonado celebra a pole position com sua namorada Gabriella Tarkany
1/17

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pastor Maldonado, Williams

Pastor Maldonado, Williams
2/17

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pastor Maldonado, Williams F1 Team

Pastor Maldonado, Williams F1 Team
3/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen

Pastor Maldonado, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen
4/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado e Fernando Alonso

Pastor Maldonado e Fernando Alonso
5/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, Williams

Pastor Maldonado, Williams
6/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, Williams

Pastor Maldonado, Williams
7/17

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

Pastor Maldonado, Williams

Pastor Maldonado, Williams
8/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, Williams

Pastor Maldonado, Williams
9/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, Williams

Pastor Maldonado, Williams
10/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, Williams

Pastor Maldonado, Williams
11/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, Williams

Pastor Maldonado, Williams
12/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, Williams FW34

Pastor Maldonado, Williams FW34
13/17

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pastor Maldonado, celebra a vitória com a Williams

Pastor Maldonado, celebra a vitória com a Williams
14/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, celebra a vitória com a Williams

Pastor Maldonado, celebra a vitória com a Williams
15/17

Foto de: XPB Images

Pastor Maldonado, celebra a vitória

Pastor Maldonado, celebra a vitória
16/17

Foto de: XPB Images

Pódio: Pastor Maldonado (1º), Fernando Alonso (2º) e Kimi Raikkonen (3º)

Pódio: Pastor Maldonado (1º), Fernando Alonso (2º) e Kimi Raikkonen (3º)
17/17

Foto de: Sutton Motorsport Images

VÍDEO: As melhores corridas da F1 em Interlagos, que completa 80 anos

PODCAST - Interlagos 80 anos: templo do automobilismo ou apenas mais um circuito?

 

Massa na McLaren? Brasileiro revela sondagem da equipe em 2009, mas optou por ficar na Ferrari

Artigo anterior

Massa na McLaren? Brasileiro revela sondagem da equipe em 2009, mas optou por ficar na Ferrari

Próximo artigo

Calendários provisórios de F2 e F3 indicam cronograma da F1 em 2020

Calendários provisórios de F2 e F3 indicam cronograma da F1 em 2020
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Sub-evento Domingo corrida
Pilotos Pastor Maldonado
Autor Luis Ramírez