Em dia marcado por teste bizarro da Mercedes, Lotus de Maldonado lidera

Carro de Rosberg apareceu com megafone no escapamento para aumentar som do motor. Não funcionou

Em dia marcado por teste bizarro da Mercedes, Lotus de Maldonado lidera
Carregar reprodutor de áudio
O segundo e último dia de teste coletivo foi um tanto inusitado em Barcelona. A liderança, desde a parte da manhã, ficou com Pastor Maldonado, da Lotus, time que conviveu com muitos problemas nos primeiros meses do ano e começou a temporada no fundo do grid.

Mas o que mais chamou atenção nesta quarta-feira foi a corneta instalada no escapamento da Mercedes no início das atividades. O objeto tinha a finalidade de aumentar o som dos motores, item que foi alvo de muitas reclamações após a mudança de regulamento, mas acabou não surtindo grande efeito.

À tarde, já sem o equipamento, a Mercedes de Rosberg ficou com o segundo melhor tempo do dia, quase um segundo atrás de Maldonado. O venezuelano, que atravessa uma péssima fase, surpreendeu ao marcar o tempo de 1min24s871. Tempo quatro décimos mais rápido que a pole de Lewis Hamilton no fim de semana, embora tenha sido feito com pneus diferentes: médios para Hamilton e supermacios para Maldonado.

A terceira posição ficou com Kimi Raikkonen, da Ferrari, seguido por Esteban Gutierrez, da Sauber. Outra novidade do dia, Susie Wolff, ficou com o quinto melhor tempo (1min27s280). A britânica provocou uma bandeira vermelha pela manhã ao escapar na curva 10.

Com o também estreante Stoffel Vandoorne, a McLaren testou para a Pirelli, compeltando 136 voltas e fazendo o melhor tempo em 1min28s441. Vettel teve problemas pela manhã e ficou só na sétima posição, atrás da Marussia de Jules Bianchi. Já a Caterham não treinou, devido ao acidente de Kamui Kobayashi na véspera. O time teria o jovem Robin Frijns ao volante.

Tempos de hoje em Barcelona:

Tarde:

1) Pastor Maldonado (Lotus), 1m24.871s / 102 voltas ao todo (tarde + manhã)
2) Nico Rosberg (Mercedes), 1m25.805s +0.934s / 102 voltas
3) Kimi Raikkonen (Ferrari), 1m26.480s +1.609s / 93 voltas
4) Esteban Gutierrez (Sauber), 1m26.972s +2.101s / 84 voltas
5) Susie Wolff (Williams), 1m27.280s +2.409s / 55 voltas
6) Jules Bianchi (Marussia), 1m27.718s +2.847s / 55 voltas
7) Sebastian Vettel (Red Bull), 1m27.973s +3.102s / 72 voltas
8) Daniel Juncadella (Force India), 1m28.278s +3.407s / 91 voltas
9) Stoffel Vandoorne (McLaren), 1m28.441s +3.570s / 136 voltas
10) Daniil Kvyat (Toro Rosso), 1m28.910s +4.039s / 21 voltas

Manhã:

1) Pastor Maldonado (Lotus),  1:26.311 / 43 voltas
2) Kimi Raikkonen (Ferrari), 1:27.210 +0.899 / 43 voltas
3) Nico Rosberg (Mercedes), 1:27.411 +1.100 / 55 voltas
4) Esteban Gutierrez (Sauber), 1:28.844 +2.533 / 37 voltas
5) Daniil Kvyat (Toro Rosso), 1:29.017 +2.706 / 18 voltas
6) Sebastian Vettel (Red Bull), 1:29.027  +2.716 / 15 voltas
7) Jules Bianchi (Marussia), 1:29.404 +3.093 / 48 voltas
8) Susie Wolff (Williams), 1:29.541 +3.230 / 27 voltas
9) Stoffel Vandoorne (McLaren), 1:30.168 +3.857 / 72 voltas
10) Daniel Juncadella (Force India), 1:31.737 +5.426  / 20 voltas
compartilhar
comentários
Em depoimento, ex-banqueiro confirma ter recebido suborno de Bernie Ecclestone
Artigo anterior

Em depoimento, ex-banqueiro confirma ter recebido suborno de Bernie Ecclestone

Próximo artigo

Para Williams, seria pessimismo dizer que Mercedes já ganhou o mundial

Para Williams, seria pessimismo dizer que Mercedes já ganhou o mundial