Para Button, carta aberta da GPDA surtiu efeito na FIA

Cinco meses após manifestação de insatisfação com treino classificatório, britânico acredita que críticas foram assimiladas

Para Button, carta aberta da GPDA surtiu efeito na FIA
Jenson Button, McLaren MP4-31
Jenson Button, McLaren on the drivers parade
Jenson Button, McLaren MP4-31 on the grid
Jenson Button, McLaren on the drivers parade
Jenson Button, McLaren MP4-31
Jenson Button, McLaren
Carregar reprodutor de áudio

Após o fiasco do novo formato de treino classificatório implementado no início deste ano, a GPDA (associação de pilotos da Fórmula 1) decidiu fazer valer sua posição política, escrevendo uma carta aberta à FIA mostrando sua insatisfação com os rumos do esporte.

E desde a mudança de postura da entidade, normalmente alheia a acontecimentos políticos na categoria, Jenson Button – um dos diretores da associação – crê que a FIA e Grupo de Estratégia da F1 tenham começado a ouvir mais os anseios da GPDA.

"Nós sentimos que agora temos como intervir, e desde os nossos comentários no início do ano, a FIA tem estado mais aberta para as nossas opiniões, mas eles preferem mostrar isso nos bastidores e não pela imprensa", disse Button.

"Acho que nós temos uma voz razoável, mas você sempre quer mais, porque sempre acha que tem mais para dar. Definitivamente o que queremos é tornar o esporte um lugar melhor."

Chefe da F1, Bernie Ecclestone ironizou a carta na época, dizendo que os pilotos deveriam manter suas opiniões para si mesmos. Button pensa que a carta provou que os pilotos estão dispostos a melhorar o espetáculo.

"Eu acho que isso mostrou ao mundo que há problemas na F1 e os pilotos estão dispostos a ajudar.  Obviamente tivemos respostas de certos indivíduos e acho que nossos comentários foram válidos e eles entenderam tudo.”

"O importante é que estamos todos dispostos a tudo o que pudermos para melhorar o esporte. Não estamos em um lugar ruim, mas não estamos tão bem como deveríamos estar e tão bem como vamos estar."

compartilhar
comentários
VÍDEO: Renault faz corrida entre carros de 2012 e de 2016
Artigo anterior

VÍDEO: Renault faz corrida entre carros de 2012 e de 2016

Próximo artigo

Gasly está ciente de que Kvyat não está em uma posição fácil

Gasly está ciente de que Kvyat não está em uma posição fácil
Carregar comentários