Red Bull melhor que Ferrari? Veja retrospecto de abandonos por confiabilidade na F1

Apesar de 'sofrer' com porpoising em 2022, Mercedes segue imbatível quando o assunto é resistência de seus equipamentos

Red Bull melhor que Ferrari? Veja retrospecto de abandonos por confiabilidade na F1
Carregar reprodutor de áudio

A Fórmula 1 estreou um novo carro em 2022 e até agora as equipes precisam tirar o máximo de desempenho possível, além de fazer com seus competidores consigam terminar as corridas. A Red Bull, por exemplo, já teve o gosto amargo em encerrar corridas de maneira prematura com seus dois pilotos e por duas vezes cada um.

Leia também:

A equipe austríaca poderia estar em uma situação pior no campeonato se outros times não acompanhassem essa tendência neste ano. Na Ferrari, o alerta foi ligado especialmente no GP do Azerbaijão, quando ambos os carros abandonaram por questões técnicas, o que acabou contribuindo para Charles Leclerc tomar sua primeira punição por uso de uma unidade de potência acima da alocação permitida.

Mas, apesar do porpoising dar muitas dores de cabeça – literalmente – na Mercedes, a equipe da fabricante alemã ainda ostenta uma marca cada vez mais invejável nos dias de hoje: o último abandono por problemas técnicos ocorreu há quase dois anos, no GP de Eifel de 2020, protagonizado por Valtteri Bottas, que nem está mais no time.

A temporada acirrada de 2021 levou os carros da Mercedes não completar algumas corridas, mas todos por acidentes, erros na pista ou pela própria equipe. Bottas esteve em um acidente com George Russell em Ímola, viu a equipe não conseguir completar um pit stop em Mônaco, fez o ‘strike’ logo no início no GP da Hungria, além de contar com um pneu furado no Catar.

Já Hamilton errou na última relargada no GP do Azerbaijão e se envolveu em um acidente com Max Verstappen na Itália.

Se o feito da Mercedes impressiona, com Hamilton ele é ainda maior, já que o inglês não terminou uma corrida por questões técnicas apenas no GP da Áustria de 2018.

Veja no quadro abaixo a última vez que as equipes abandonaram um GP por falta de confiabilidade

Equipe Última quebra Piloto(s)
Mercedes GP de Eifel 2020 Valtteri Bottas
Red Bull GP do Canadá 2022 Sergio Pérez
Ferrari GP do Azerbaijão 2022 Charles Leclerc e Carlos Sainz
Alpine GP da Arábia Saudita 2022 Fernando Alonso
McLaren GP da Arábia Saudita 2022 Daniel Ricciardo
Aston Martin GP do Azerbaijão 2022 Lance Stroll
AlphaTauri GP do Bahrein 2022 Pierre Gasly
Alfa Romeo GP do Azerbaijão 2022 Zhou Guanyu
Haas GP do Canadá 2022 Mick Schumacher
Williams GP de Mônaco 2022  Alexander Albon

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #183 - O que Alonso poderia fazer hoje em carro de ponta da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

 

compartilhar
comentários
F1: Chefe da Alpine comenta 'treta' entre Mercedes e Ferrari no Canadá
Artigo anterior

F1: Chefe da Alpine comenta 'treta' entre Mercedes e Ferrari no Canadá

Próximo artigo

F1: Com renovação de Gasly, grid de 2023 tem 12 nomes confirmados; veja situação do mercado de pilotos

F1: Com renovação de Gasly, grid de 2023 tem 12 nomes confirmados; veja situação do mercado de pilotos