Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
64 dias
06 mai
Próximo evento em
106 dias
20 mai
Próximo evento em
120 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
134 dias
10 jun
Próximo evento em
141 dias
24 jun
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
162 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
176 dias
29 jul
Próximo evento em
190 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
218 dias
02 set
Próximo evento em
225 dias
09 set
Próximo evento em
232 dias
23 set
Próximo evento em
246 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
253 dias
07 out
Próximo evento em
260 dias
21 out
Próximo evento em
274 dias
28 out
Próximo evento em
281 dias
05 nov
Próximo evento em
289 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
302 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
317 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
326 dias

Terminar em segundo foi como vencer, diz Verstappen

compartilhar
comentários
Terminar em segundo foi como vencer, diz Verstappen
Por:

Piloto da Red Bull achou que não fosse conseguir largar na Hungria após bater e ter o carro danificado a caminho do grid

A chuva antes da corrida deixou a pista de Hungaroring molhada e obrigou os pilotos a completarem suas voltas de reconhecimento com pneu de composto intermediário. A caminho do grid de largada do GP da Hungria, Max Verstappen perdeu o controle na curva 12 e bateu na barreira de pneus.

A colisão arrancou a asa dianteira do Red Bull RB16 de Verstappen e também o deixou com danos na suspensão. Mesmo assim, o holandês foi para o grid, onde o carro passou por reparos, que o possibilitaram largar e completar a prova na segunda posição, entre o vencedor Lewis Hamilton e o terceiro colocado Valtteri Bottas.

Pouco depois da corrida, Verstappen elogiou o trabalho dos mecânicos da Red Bull, que consertaram o carro faltando poucos minutos para a largada e disse que chegou a pensar que não conseguiria correr na Hungria.

O editor recomenda:

“Não foi como eu queria no começo, é claro, batendo indo para o grid. Mas os mecânicos fizeram um trabalho incrível para consertar o carro. Não sei como eles conseguiram, mas foram incríveis. Então, sim, fiquei muito satisfeito com o segundo lugar. Eu pensei que não ia correr, então ser segundo é como uma vitória hoje”.

“Eu acho que a primeira metade foi muito crucial e, a partir daí, acho que tivemos as chamadas certas e tivemos um bom ritmo, então sim, continuamos fazendo nossas próprias coisas e, é claro, ser capaz de dividir os dois carros da Mercedes é bom para nós.”

Nos momentos finais da corrida, Verstappen ainda foi perseguido de perto por Bottas, que ameaçou uma ultrapassagem, mas não conseguiu superar o holandês, que agora ocupa a terceira posição do campeonato.

“Na última volta, também tínhamos tráfego à frente, o que não me facilitou com os pneus velhos, mas conseguimos aguentar e estou muito feliz com o segundo lugar”.

PÓDIO: di Grassi e Rico Penteado analisam o GP da Hungria de F1 2020

Podcast #58 - Guerra de bastidores na F1 e entrevista exclusiva com Igor Fraga

 

Hamilton coloca GP da Hungria entre suas melhores na F1 e agradece Mercedes: "Não teria acontecido sem esses caras"

Artigo anterior

Hamilton coloca GP da Hungria entre suas melhores na F1 e agradece Mercedes: "Não teria acontecido sem esses caras"

Próximo artigo

Bottas explica largada difícil na Hungria e lamenta: "Foi uma corrida bem ruim para mim"

Bottas explica largada difícil na Hungria e lamenta: "Foi uma corrida bem ruim para mim"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Sub-evento Post-race
Autor Redação Motorsport.com