Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Tufão Hagibis ameaça as atividades do GP do Japão de Fórmula 1

compartilhar
comentários
Tufão Hagibis ameaça as atividades do GP do Japão de Fórmula 1
8 de out de 2019 15:04

Fenômeno meteorológico deve aparecer com maior intensidade sobre Suzuka no sábado, dia do treino classificatório

A previsão do tempo para o fim de semana do GP do Japão de Fórmula 1, em Suzuka, não é das mais tranquilas. É provável que haja a passagem de um tufão na região do autódromo no sábado, dia do treino classificatório, ou no próprio domingo, dia da corrida.

Leia também:

A medida que a semana avança, aumentam as chances de que o Hagibis possa marcar presença no GP. O tufão já atinge o grau 4 (com velocidade de vento entre 210 e 251 km/h) na escala Saffir-Simpson, que mede a força de ciclones tropicais como tufões e furacões. O nível mais alto dessa escala é o 5, que o Hagibis pode atingir se a velocidade do vento aumentar acima de 252 km/h.

 

De acordo com o modelo do meteorólogo austríaco Steffen Dietz, que trabalhou na F1, a probabilidade de que o tufão impacte Suzuka durante o GP é elevada. Entretanto, ainda não se pode saber com qual precisão o impacto se dará.

 

A tendência é que o tufão vá se enfraquecendo a medida que se aproxima da costa japonesa, mas ainda será poderoso. Os modelos estudados dão maior probabilidade de o Hagibis chegar a Suzuka no sábado, com chuvas e ventos muito fortes. Caso isso aconteça, o treino classificatório pode acontecer na manhã de domingo anteriormente à corrida, como já ocorreu nos GPs das temporadas 2004 e 2010. 

GALERIA: Curiosidades do GP do Japão, marcado pelos três títulos de Ayrton Senna

Galeria
Lista

Esta será a 35ª edição do GP do Japão de F1. No mundial desde 1976, foram realizadas 30 corridas em Suzuka e quatro em Fuji. Mario Andretti, de Lotus, foi o primeiro vencedor.

Esta será a 35ª edição do GP do Japão de F1. No mundial desde 1976, foram realizadas 30 corridas em Suzuka e quatro em Fuji. Mario Andretti, de Lotus, foi o primeiro vencedor.
1/14

Foto de: LAT Images

E foi nesta edição, em Fuji, que aconteceu a famosa prova que deu o título mundial a James Hunt, com o abandono de Niki Lauda, sob muita chuva. O episódio foi retratado brilhantemente no filme "Rush - No limite da emoção"

E foi nesta edição, em Fuji, que aconteceu a famosa prova que deu o título mundial a James Hunt, com o abandono de Niki Lauda, sob muita chuva. O episódio foi retratado brilhantemente no filme "Rush - No limite da emoção"
2/14

Foto de: LAT Images

Suzuka é a única pista de todo o calendário da F1 com a primeira metade no sentido anti-horário e a segunda no sentido horário.

Suzuka é a única pista de todo o calendário da F1 com a primeira metade no sentido anti-horário e a segunda no sentido horário.
3/14

Foto de: Ferrari Media Center

Em 30 edições, o GP do Japão em Suzuka foi vencido pelo pole position em 16 delas.

Em 30 edições, o GP do Japão em Suzuka foi vencido pelo pole position em 16 delas.
4/14

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Michael Schumacher é o maior vencedor do GP do Japão, com seis triunfos: 1995, 1997, 2000, 2001, 2002 e 2004.

Michael Schumacher é o maior vencedor do GP do Japão, com seis triunfos: 1995, 1997, 2000, 2001, 2002 e 2004.
5/14

Foto de: Bridgestone Corporation

Mas Lewis Hamilton pode igualar o feito do alemão neste ano, já que possui cinco vitórias: 2007, 2014, 2015, 2017 e 2018.

Mas Lewis Hamilton pode igualar o feito do alemão neste ano, já que possui cinco vitórias: 2007, 2014, 2015, 2017 e 2018.
6/14

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

A McLaren é a equipe que mais venceu no Japão, com nove vitórias, mas a Mercedes venceu em todas as edições desde o início da era híbrida da F1.

A McLaren é a equipe que mais venceu no Japão, com nove vitórias, mas a Mercedes venceu em todas as edições desde o início da era híbrida da F1.
7/14

Foto de: XPB Images

Ayrton Senna é o brasileiro com mais vitórias no país, vencendo em 1988 e 1993. Nelson Piquet ganhou em 1990 e Rubens Barrichello em 2003.

Ayrton Senna é o brasileiro com mais vitórias no país, vencendo em 1988 e 1993. Nelson Piquet ganhou em 1990 e Rubens Barrichello em 2003.
8/14

Foto de: Sutton Motorsport Images

Durante muito tempo o GP do Japão era a penúltima etapa da temporada da F1, por isso acabou sendo palco de 12 decisões de título. A primeira com James Hunt, em 1976, e a última em 2011, com Sebastian Vettel, já com a corrida em Suzuka não sendo mais a penúltima daquele ano.

Durante muito tempo o GP do Japão era a penúltima etapa da temporada da F1, por isso acabou sendo palco de 12 decisões de título. A primeira com James Hunt, em 1976, e a última em 2011, com Sebastian Vettel, já com a corrida em Suzuka não sendo mais a penúltima daquele ano.
9/14

Foto de: XPB Images

Em uma delas, em 1989, aconteceu um dos mais polêmicos finais de campeonato, com Ayrton Senna e Alain Prost batendo, com o francês abandonando e o brasileiro conseguindo voltar, para vencer. Logo em seguida, Senna foi desclassificado, com o título caindo no colo de Prost.

Em uma delas, em 1989, aconteceu um dos mais polêmicos finais de campeonato, com Ayrton Senna e Alain Prost batendo, com o francês abandonando e o brasileiro conseguindo voltar, para vencer. Logo em seguida, Senna foi desclassificado, com o título caindo no colo de Prost.
10/14

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

Mas Suzuka viu os três campeonatos de Ayrton Senna serem decididos lá.

Mas Suzuka viu os três campeonatos de Ayrton Senna serem decididos lá.
11/14

Foto de: Sutton Motorsport Images

Em 1988...

Em 1988...
12/14

Foto de: LAT Images

1990 (no 'troco' sobre Prost)

1990 (no 'troco' sobre Prost)
13/14

Foto de: Jean-Francois Galeron

E 1991.

E 1991.
14/14

Foto de: Sutton Motorsport Images

Próximo artigo
GALERIA: Relembre todos os carros da parceria McLaren-Mercedes na F1

Artigo anterior

GALERIA: Relembre todos os carros da parceria McLaren-Mercedes na F1

Próximo artigo

Atraso nas regras de 2021 pode deixar carros da F1 "mais brutos"

Atraso nas regras de 2021 pode deixar carros da F1 "mais brutos"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Japão