F3 brasileira terá primeira rodada tripla na história

Líder do campeonato, Matheus Iório destaca importância do preparo físico para jornada de Cascavel neste fim de semana

F3 brasileira terá primeira rodada tripla na história
Matheus Iorio
Matheus Iorio
Matheus Iorio
Matheus Iório
Matheus Iório
Carregar reprodutor de áudio

Em Santa Cruz do Sul, o desafio era realizar pela primeira vez na carreira duas corridas no mesmo dia. Uma delas não aconteceu por causa da neblina. Então, a maratona ficou mais longa e foi transferida para Cascavel, que neste fim de semana terá a primeira rodada tripla da história moderna da F3 Brasil.

Neste cenário, o atual vice-campeão e líder do campeonato, Matheus Iorio, sabe perfeitamente que o preparo físico nunca foi tão importante.

“Em Santa Cruz do Sul, com duas corridas no mesmo dia, já aprimorei o trabalho físico para manter o mesmo nível o dia inteiro. Então veio a surpresa da rodada tripla de Cascavel, uma pista muito veloz e que, com retas curtas e curvas de alta, não dá espaço para o piloto descansar nem margem para erro. A velocidade média da F3 será na casa dos 200 km/h, então intensificamos a preparação física”, contou o piloto de 19 anos de idade.

Desde a última etapa, quando assumiu a liderança do campeonato, ele teve a oportunidade de acelerar o carro #34 da equipe Cesário em dois dias de treino no traçado do oeste paranaense. “Fizemos bons tempos e chegamos a um acerto muito bom para a corrida, então fico otimista para o fim de semana”, acrescentou Matheus.

A primeira das três corridas do fim de semana, na manhã de sábado, será a segunda bateria da etapa de Santa Cruz do Sul. Como venceu a primeira de ponta a ponta – com direito à volta mais rápida da prova e recorde da pista no quali –, o líder do campeonato vai sair em sexto no grid.

“É uma pista de ultrapassagens difíceis para o F3, então vamos pensar em manter o ritmo do começo ao fim, o que será muito difícil em razão do desgaste que acelerar esses carros durante 30 minutos provoca nos pilotos. Se eu conseguir isso, naturalmente, acho que vou ganhando posições ao longo da prova, não tem que ter pressa. Claro que largar em sexto não é melhor que sair da pole, mas pelo menos vou alinhar do lado externo do traçado, mais emborrachado, e isso pode me ajudar a tracionar melhor para ganhar algumas posições na largada”, lembrou o piloto.

Na tarde de sábado acontece a corrida que terá o grid definido no quali de sexta-feira. A prova de domingo, que encerra a etapa, novamente terá inversão das seis primeiras posições considerando a ordem de chegada da bateria anterior. 

Campeonato (top 5):

  1. Matheus Iorio - 30 pontos
  2. Pedro Cardoso - 28
  3. Carlos Cunha - 27
  4. Guilherme Samaia - 12
  5. Matheus Muniz - 12

 

F3 Brasil – Programação:

Quinta-feira, 14 de julho

16h50 às 17h30 – Treino livre 1

 

Sexta-feira, 15 de julho

10h05 – 10h35 – Treino livre 2

17h às 17h20 – Classificação

 

Sábado, 16 de julho

8h10 – Corrida 2 da Etapa 2 (30 minutos + 1 volta)

13h55 – Corrida 1 da Etapa 3 (30 minutos + 1 volta)

 

Domingo, 17 de julho

8h10 – Corrida 2 da Etapa 3 (30 minutos + 1 volta)

compartilhar
comentários
Iório triunfa em corrida acidentada em Santa Cruz do Sul
Artigo anterior

Iório triunfa em corrida acidentada em Santa Cruz do Sul

Próximo artigo

Fortunato conquista pole em treino marcado por chuva

Fortunato conquista pole em treino marcado por chuva