Senna critica pelotão intermediário: "pessoal complicado"

Sexto colocado na corrida 2 em Londres, piloto da Mahindra evita comentar toque polêmico entre Lucas di Grassi e Sébastien Buemi, mas não perdoa agressividade de pilotos do pelotão intermediário

Senna critica pelotão intermediário: "pessoal complicado"
Bruno Senna, Mahindra Racing
Bruno Senna, Mahindra Racing
Bruno Senna, Mahindra Racing
Top Five Drivers Qualifying: Nicolas Prost, Renault e.Dams; Bruno Senna, Mahindra Racing; Robin Frijns, Amlin Andretti Formula E Team ; Oliver Turvey, NEXTEV TCR Formula E Team; Jean-Eric Vergne, DS Virgin Racing
Bruno Senna, Mahindra Racing
Bruno Senna, Mahindra Racing
Bruno Senna, Mahindra Racing
Bruno Senna, Mahindra Racing
Carregar reprodutor de áudio

Se no sábado Bruno Senna conseguiu o melhor resultado da carreira na Fórmula E ao chegar em segundo na corrida 1 do ePrix de Londres, neste domingo (3) o piloto da Mahindra não conseguiu repetir o resultado - em grande parte por não ter conseguido uma boa posição no treino classificatório.

Com a pista estreita em Londres, Senna não conseguiu avançar terminou, na pista, em nono lugar. Com punições aplicadas a Jean-Éric Vergne, António Félix da Costa e ao companheiro de equipe, Nick Heidfeld, o brasileiro subiu para o sexto posto.

Senna, entretanto, não ficou totalmente satisfeito e criticou a pilotagem dos que estavam no pelotão intermediário, mas sem citar um nome especificamente.

"Peguei tráfego na primeira volta do meu grupo e não consegui aquecer os pneus adequadamente. Acabei pagando um preço caro porque parti no meio de um pessoal complicado. Tem uns caras ali que pensam que estão correndo de turismo e esquecem que de monoposto fica tudo mais perigoso", disse.

Senna também foi questionado sobre o lance polêmico envolvendo os protagonistas da luta pelo título, Lucas di Grassi e Sébastien Buemi. O piloto da Mahindra preferiu não afirmar nada categoricamente em relação ao incidente, mas viu de modo negativo a disputa entre os dois pela volta mais rápida da prova, que deu a Buemi o título da temporada.

"Pode ser que o Buemi tenha freado um pouco antes, porque sabia que o Nicolas (Prost), que saiu ao seu lado, não tentaria a ultrapassagem. Difícil dizer, mas foi bizarro ver Di Grassi e Buemi, que nem estavam mais disputando a corrida, ficando ali apenas para ver quem fazia a melhor volta, como se fosse uma classificação", completou

compartilhar
comentários
10º, Nelsinho avisa: "vamos com tudo na próxima temporada"
Artigo anterior

10º, Nelsinho avisa: "vamos com tudo na próxima temporada"

Próximo artigo

Buemi acusa di Grassi de toque proposital: "quis o acidente"

Buemi acusa di Grassi de toque proposital: "quis o acidente"