Após pole, Pipo Derani vive expectativa para disputa das 24 Horas de Daytona

Uma das principais corridas do automobilismo mundial terá sua largada neste sábado com o piloto brasileiro na frente de um grid com 59 carros no total

Pipo Derani

Pipo Derani

Jose Mario Dias

Depois de conquistar no domingo (21) a pole position para a 62ª edição das 24 Horas de Daytona, prova de abertura da temporada 2024 do IMSA WeatherTech SportsCar Championship, o brasileiro Pipo Derani já vive a expectativa para a largada da corrida neste sábado (27), a partir das 15h40 de Brasília.

Atual campeão do IMSA, Derani e seus companheiros, os britânicos Jack Aitken e Tom Blomqvist, estarão a bordo do #31 Whelen Engineering Cadillac V-Series.R, da equipe Action Express Racing, na categoria principal, a GTP. As 24 Horas de Daytona terão no total 59 carros na disputa, divididos em quatro categorias.

Leia também:

Além da pole position, Derani também estabeleceu com sua volta no classificatório um novo recorde no traçado de Daytona, com o tempo de 1min32s656. O brasileiro foi quase dois segundos mais veloz que a pole de 2023 (1min34s031), que marcou a primeira corrida da era dos carros GTP.

“A mudança no último ano foi enorme. O desenvolvimento tem sido tremendo. O trabalho que foi feito ao longo do ano foi maravilhoso”, declarou Derani, que venceu as 24 Horas de Daytona em 2016, seu ano de estreia no IMSA. De lá para cá, já foram dois títulos (2021 e 2023) e quatro conquistas nas 12 Horas de Sebring, entre outros grandes resultados que colocam o brasileiro como um dos melhores pilotos de endurance da atualidade.

Nesta quinta e sexta-feira (25 e 26), Derani e os companheiros voltam à pista para quatro treinos livres e os últimos acertos antes da largada no sábado.

“Realmente não há nada muito diferente para fazermos do que já temos feito. As coisas têm funcionado e as provas são as vitórias e campeonatos conquistados. Isso também ajuda a ficar mais calmo e focado no que importa. Que venha o dia da corrida e que chegue o domingo à tarde. Esperamos que dê tudo certo e que tenhamos a chance de vencer”, comentou o brasileiro.

“Com 59 carros no grid este ano, todos estaremos num modo de sobrevivência. Em Daytona, é apenas nas seis horas finais que o ‘quebra-cabeça’ da corrida começa a se montar. E você começa a perceber que peça você é. E aí começa um jogo de xadrez”, completou Derani, que disputará as 24 Horas de Daytona com o apoio do BB Americas, subsidiária do Banco do Brasil nos Estados Unidos, e levará a marca em seu capacete.

A prova poderá ser acompanhada ao vivo pelo aplicativo do IMSA ou pelo site https://www.imsa.com/tv/.

DRUGOVICH e BORTOLETO na mesma equipe de F1? Brasileiros falam sobre 2024 e ALÉM na ASTON e McLAREN

Sai Barcelona, entra Madri: F1 muda DNA e pode perder GPs clássicos

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior Derani voa e dá à Cadillac a pole das 24h de Daytona com direito a recorde da pista; Nasr põe Porsche em terceiro
Próximo artigo Adaptado ao carro, Felipe Massa vai largar em quarto nas 24 Horas de Daytona

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil