Em segundo, Dovizioso lamenta decisão de pneus errada

Italiano acredita que poderia ter lutado com Jorge Lorenzo pela vitória se tivesse escolhidos pneus mais macios

Em segundo, Dovizioso lamenta decisão de pneus errada
Podium: second place Andrea Dovizioso, Ducati Team, third place Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Podium: race winner Jorge Lorenzo, Ducati Team, second place Andrea Dovizioso, Ducati Team, third place Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Podium: race winner Jorge Lorenzo, Ducati Team, second place Andrea Dovizioso, Ducati Team, third place Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Carregar reprodutor de áudio

O dia foi de sonho para a Ducati. O time italiano conseguiu sua primeira dobradinha em Mugello na história. No entanto, Andrea Dovizioso – como até não poderia ser diferente – não ficou tão feliz como seu parceiro, Jorge Lorenzo, que venceu a prova.

O italiano acredita que poderia ter sido mais rápido se tivesse saído para a corrida com os pneus mais macios a exemplo de Jorge.

Dovi preferiu ser mais cauteloso e acabou tendo problemas de estabilidade.

“Não estou 100% feliz. Eu acho que tomamos uma decisão ruim quanto ao pneu dianteiro”, disso Dovi após a prova.

“Vi Valentino perder a frente umas três vezes na minha frente, e não pude andar rápido desde a primeira volta. Eu e Valentino tomamos a decisão errada, eu acho. Não conseguimos ficar com Jorge, que fez uma corrida perfeita realmente.”

“No final, o pneu traseiro também acabou – o limite da traseira era a frente também.”

“Neste final de semana foi muito difícil para nós. No fim, vamos para casa com 20 pontos, então o campeonato está um pouco melhor.”

“Quero agradecer à Ducati porque primeiro e segundo em Mugello é muito bom e a potência que tínhamos na reta era muito boa.”

compartilhar
comentários
Após vitória, Lorenzo alfineta rivais em "dia de sonho”
Artigo anterior

Após vitória, Lorenzo alfineta rivais em "dia de sonho”

Próximo artigo

Para Márquez, tirar vitória de Lorenzo era impossível

Para Márquez, tirar vitória de Lorenzo era impossível