Rossi vê Austin como pista “mais difícil e técnica” da temporada

Italiano da Yamaha crê que possa fazer boa prova em Austin apesar de bom retrospecto de Marc Márquez

Rossi vê Austin como pista “mais difícil e técnica” da temporada

Depois de acabar com uma seca de dez corridas fora do pódio no GP da Argentina, Valentino Rossi chega em Austin ansioso por mais um top-3 nos EUA.

O Circuito da Américas tem mais curvas do que qualquer outro circuito no calendário, muitas delas interligadas, além de uma reta de 1,2 km, grandes mudanças de elevação e muitas ondulações.

Leia também:

Marc Márquez e a Honda nunca foram derrotados no Circuito das Américas desde a sua estreia em 2013, mas Rossi subiu ao pódio duas vezes (2015 e 2017) e foi quarto no ano passado.

“Foi uma grande emoção estar no pódio novamente na Argentina, depois de uma longa espera para mim, para equipe e também para os torcedores. Mas agora precisamos nos concentrar no próximo GP", disse Rossi.

"Sabemos que Austin é uma pista complicada. Talvez seja a pista mais difícil e técnica da temporada de MotoGP, mas nos anos anteriores não foi tão má para mim.”

"Nos últimos anos eu me senti bem, e apesar de não ter chegado ao pódio no ano passado, eu consegui chegar lá em 2017. Então, nós temos que fazer como fizemos: trabalhar bem, andar bem, seguir a direção certa e depois veremos.”

Rossi está atualmente em terceiro no campeonato mundial, a dez pontos de Andrea Dovizioso, da Ducati, e a 14 de Marc Márquez.

compartilhar
comentários
Com 100% na SBK, Bautista avisa: “só volto para MotoGP em moto de fábrica”

Artigo anterior

Com 100% na SBK, Bautista avisa: “só volto para MotoGP em moto de fábrica”

Próximo artigo

Márquez corre atrás de 13ª vitória seguida nos EUA no GP das Américas

Márquez corre atrás de 13ª vitória seguida nos EUA no GP das Américas
Carregar comentários