GT Sprint Race desembarca para prova inédita da Special Edition em Interlagos

Para esta sexta-feira estão reservados treino extra e um treino oficial. Os 30 pilotos que compõem o grid seguirão regulamento com estilo exclusivo

GT Sprint Race em Interlagos

Está chegando a hora de acelerar no Autódromo de Interlagos. O circuito recebe o campeonato da GT Sprint Race pela segunda vez no ano. As provas serão neste final de semana, com três corridas eletrizantes válidas para a sexta etapa do calendário e segunda etapa da Special Edition, que corre simultaneamente ao campeonato principal da categoria, têm formato e regras exclusivas diferenciadas.

Leia também:

Uma das marcas da Special Edition é a competitividade e o equilíbrio. Nas etapas especiais, cada carro será pilotado por um competidor ou em duplas (um por corrida) e, no final de cada evento, estes pontuam e se classificam em suas respectivas classes (PRO, AM e PROAM).

No sábado, os 22 carros entram na pista para um único treino classificatório, definindo o grid das duas primeiras corridas e a soma de resultados destas provas consolida a ordem de largada da corrida final. Além disso, serão 86 pontos em jogo na tabela de classificação do torneio nas categorias PRO, AM e PROAM. A tomada de tempos vale 25 pontos ao pole, a primeira e a segunda corrida recebem uma bonificação, 18 pontos cada, e embate final serão mais 25 pontos.

O curitibano Mario de Luca é outro piloto estreante confirmado para a Special Edition entre os carros da classe PRO e irá comandar o GTSR #07.

“Encontrei no torneio uma oportunidade de conhecer um pouco mais desse mundo do automobilismo e de correr um carro de corrida verdadeiro, estou suprindo uma vontade de infância. A minha única experiência no carro foi no início desse mês quando fiz o curso de pilotagem pela GT Graduation Academy em Interlagos. Pilotar em Interlagos é um sonho, então estou super empolgado”, disse o piloto de 30 anos.

Sistema de classificação e pontuação

O treino classificatório terá duas voltas lançadas, que formará os grids para as corridas 1 e 2. Definido o grid, o pole position poderá trocar seu lugar de largada na primeira corrida, levando em consideração que na segunda terá a posição escolhida invertida. Por exemplo, se o vencedor escolheu se mantiver na pole na Corrida 1, largará na 10ª posição no certame seguinte; por outro lado, se optar pela terceira posição na primeira, partirá da oitava posição na segunda corrida. Essa escolha só poderá afetar até a 10ª posição. As classificações entre a 11ª e a última do grid não entram nessa regra, permanecendo cada carro na localização definida no treino, seguindo as regras do regulamento do torneio.

A terceira corrida terá sua ordem de largada definida conforme a somatória de pontos conquistados nas duas primeiras. Quem tiver mais pontos sairá na pole e, consequentemente, quem pontuar menos sairá da última posição. A regra do pole e esta somatória de pontos, só serão aplicadas após a devida divulgação dos resultados de cada prova pelos Comissários Desportivos.

Os pontos conquistados no treino classificatório e nas três corridas de cada etapa da GT Sprint Race - Special Edition serão considerados no resultado geral de todo o torneio, mas cada prova seguirá um sistema diferente de pontuação.

Para o treino classificatório e a última corrida seguem esta ordem conforme a classificação: 1º lugar, 25 pontos; 2º, 20; 3º, 16; 4º 14; 5º, 12; 6º, 10; 7º, 08; 8º, 06; 9º, 04; 10º, 03; 11º, 02 e 12º, 01. Já na primeira e na segunda corridas, a pontuação será a seguinte: 1º, 18 pontos; 2º, 17; 3º, 16; 4º, 15; 5º, 14; 6º, 13; 7º, 12; 8º, 11; 9º, 10; 10º, 09; 11º, 08; 12º, 07; 13º, 06; 14º, 05; 15º, 04; 16º, 03; 17º, 02 e 18º, 01.

As nove etapas que compõe o calendário da competição estão divididas em duas séries: o campeonato Brasil, com seis etapas (duas corridas em cada), – Santa Cruz do Sul (RS), Velocitta (SP), Interlagos (SP), Londrina (PR) –, e as três etapas da “Special Edition” – Goiânia (GO) e  Interlagos (SP) –, com três corridas cada. Da somatória dessas séries sairá o campeão do Overall nas suas respectivas classes: PRO, AM e PROAM.

O último e decisivo encontro do torneio será com retorno ao Autódromo de Goiânia, programada para o dia 6 de novembro.

Confira os pilotos da Special Edition (Etapa Interlagos):

#13 Rafael Dias, PRO

#82 Lourenço Beirão/ Gerson Campos, PRO

#21 Thiago Camilo/ Raphael Teixeira, PRO

#87 Rodrigo Sperafico /Jorge Martelli, PRO

#77 Dudu Barrichello/Pedro Costa, PRO

#12 César Ramos/ Edgar Neto, PRO

#37 Ayrton Chorne, PRO

#61 Antônio Junqueira/Marcus Índio, PROAM

#09 Arthur Gama, PROAM

#18 Dudu Trindade, PROAM

#79 Rafael Seibel, PROAM

#54 Diogo Moscato, PROAM

#88 Lucas Mendes, PROAM

#01 Roberto Milani/Luca Milani, PROAM

#07 Mario de Lara, AM

#16 Léo Martins, AM

#08 Alexandre Kauê/ Tiago Kfouri, AM

#17 Walter Lester, AM

#72 Giovani Girotto, AM

#78 Léo Yoshii, AM

#31 Roberto Possas, AM

#19 Luís Debes, AM

Confira como foi a última corrida da GT Sprint Race antes de Interlagos

Podcast #191 – O que primeira parte da temporada da F1 em 2022 trouxe de bom e ruim?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior GT Sprint Race: Dudu Barrichello é reforço para Special Edition em Interlagos
Próximo artigo GT Sprint Race: CEO 'faz mistério' sobre “grande novidade” para 2023

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil