Porsche Cup Interlagos II - Endurance

Barrichello fala sobre "operação de resgate" após forte acidente do filho Fefo na Porsche Cup

Filho mais novo do ex-piloto da Fórmula 1 disputa campeonato de Endurance da Porsche Cup com seu irmão, Dudu

Rubens Barrichello, Fefo Barrichello e Dudu Barrichello

Poucas coisas neste mundo são mais fortes que o amor de um pai por seu filho. E nesta quinta-feira, na Porsche Cup Brasil, Rubens Barrichello deu mais uma demonstração disso, ao montar uma verdadeira operação de resgate após um forte acidente de seu filho mais novo, Fefo, durante os treinos para os 500km de Interlagos.

Nos treinos opcionais da etapa, Fefo sofreu uma forte pancada na Curva do Sol ainda em sua primeira saída do dia. Felizmente, ele saiu apenas com dores na perna direita, enquanto o carro, bastante danificado, precisou de uma extensa operação de reparo pela equipe da Porsche Cup, ficando pronto apenas após o início da classificação desta sexta-feira.

Leia também:

O acidente quebra o bom momento dos irmãos. Em seu ano de estreia na Porsche Cup, Fefo e Dudu tiveram uma adaptação rápida ao carro e chegaram em Interlagos com boas chances de lutar pelo título. Sem a aplicação dos descartes, os dois somam 117 pontos contra 142 da dupla Marçal Müller e Enzo Elias.

Em entrevista à transmissão da Porsche Cup, Barrichello deu detalhes sobre como foi acompanhar tudo de perto.

"O Fefo teve uma infelicidade e ele acabou batendo forte. Eu estava saindo dos boxes e cheguei até ele em uns 20 segundos. Eu vi que ele estava agitado, falando alguma coisa sobre a perna. A minha preocupação é que, infelizmente, ontem os meninos [fiscais] não tinham bandeiras, então o pessoal estava vindo rápido".

"Eu fui para o meio da pista [sinalizar], porque ali poderia ter sido muito pior. Eu falei para o Fefo não sair do carro e ele ficou ali. Foi uma pancada muito, muito forte".

Rubinho aproveitou ainda para agradecer à equipe de mecânicos da Porsche Cup, que virou a noite e foi além para fazer o reparo do carro.

"Temos muito a agradecer, não só a Deus por deixar os meninos salvos, mas também ao Dener [Pires, CEO da Porsche Cup] e o grupo, que varou a noite para consertar esse carro. Eu fiquei acompanhando [o conserto] até meia noite, voltei seis horas da manhã e ainda eram os mesmos meninos trabalhando".

Em entrevista ao Motorsport.com antes da classificação, Fefo falou sobre o acidente, quando sua participação ainda era incerta.

“Chegamos aqui com expectativas boas. Mesmo com pouco tempo de carro conseguimos estar na luta pelo título, então acho que temos tudo para ir pra cima. Infelizmente sofri um acidente no treino e isso quase nos tirou do fim de semana”.

“Na verdade, ainda não sabemos se vamos conseguir andar. O carro está no conserto. A Porsche faz um trabalho incrível de reparo. Ele voltou inteiramente quebrado. No final, eu mal consegui andar, dei três voltas, e o Dudu não conseguiu andar. Isso complica o nosso final de semana, mas eu acredito que tudo acontece por um motivo. Se for pra ser, vai dar certo”.

“Eu estava guiando com um pneu bem velho, a pista estava bem suja. Eu saí um pouco da linha na Curva do Sol. A traseira deu um snap imenso e eu tentei controlar, mas já tinha perdido completamente o controle do carro e acabei batendo na saída do Sol. Graças a Deus eu saí só um pouco machucado desse acidente grande. Gratidão por estar bem”.

“Se consertar, vamos direto para a classificação, tendo que aprender, entender tudo, direto na sessão”.

Irmão de Fefo e sua dupla na Porsche Endurance, Dudu falou sobre o nervosismo após ficar sabendo do acidente.

"Pra mim foi muito difícil. Eu estava com o capacete já, pronto para andar, quando saiu a bandeira vermelha. Eu sei que bandeira vermelha não é legal para ninguém. Eu falei: nossa, que bom, dá para trocarmos de piloto com mais calma".

"Mas os pilotos começaram a sair dos carros e virem até mim. E eles falaram pra mim: cara, os dois carros estão ali [o dos irmãos e o de Rubinho] e um deu perda total. Eu saí correndo, fui para o fundo dos boxes atrás da ambulância e me falaram que ele estaria no ambulatório. Tirei o capacete, fui correndo, encontrei ele. Felizmente tudo está bem com ele na medida do possível".

Veja DEBATE sobre o GP de Las Vegas de F1

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

 

Podcast #256 – Quais as chances do GP de Las Vegas se tornar um fiasco?


ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Porsche Cup: Trio de Totaro / Roque / Baptista lidera TL2 da Challenge em Interlagos
Próximo artigo Porsche Cup: Müller e Elias fazem a pole dos 500km de Interlagos

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil