Stock Car Brasil
23 abr
Próximo evento em
8 dias
R
14 mai
Próximo evento em
29 dias
18 jun
Próximo evento em
64 dias
09 jul
Próximo evento em
85 dias
13 ago
Próximo evento em
120 dias
R
Santa Cruz do Sul
17 set
Próximo evento em
155 dias
R
22 out
Próximo evento em
190 dias
R
Goiânia II
19 nov
Próximo evento em
218 dias
R
10 dez
Próximo evento em
239 dias

Julio Campos detona Suzuki: "fez uma trapalhada sem noção"

Piloto da C2 que se envolveu em acidente na última volta da segunda bateria afirmou que preferia ter ficado em quarto lugar do que ter batido acidentalmente Ricardo Maurício na última curva

Julio Campos detona Suzuki: "fez uma trapalhada sem noção"

O final da segunda bateria da etapa de Cascavel da Stock Car guardou grandes emoções. Além do pega entre Rubens Barrichello e Allam Khodair, que resultou na vitória do recordista de provas da F1, um grande acidente acontecia poucos metros da linha de chegada.

Ricardo Maurício acabou se chocando no muro interno, após ser tocado por Julio Campos, que também acabou ficando com o terceiro posto, fechando o pódio. O piloto paranaense atribuiu culpa a outro envolvido.

"Tive um acidente no final com o Ricardinho, que o Rafael Suzuki acabou fazendo uma trapalhada sem noção. Ele fez o Ricardinho frear no meio da curva e eu acabei acertando sem querer."

"Ele teve que frear e eu acabei acertando. Espero que os comissários analisem assim. Falei com o Ricardinho e ele também disse que o cara (Suzuki) foi tentar ajudar e acabou cagando com a nossa corrida."

Após o ocorrido, Campos fez uma declaração surpreendente.

"Sinceramente, preferia chegar em quarto do que fazer um pódio batendo em um companheiro e jogando ele no muro. Veio em boa hora, mas é sempre amargo nestas circunstâncias."
Independentemente do que aconteceu na última curva da segunda bateria, Julio Campos considerou como boa a sua participação em Cascavel.

"O final de semana começou muito bom, nosso carro estava sempre entre os três primeiros quando ia para a pista. Infelizmente bati antes do treino e destruí o carro. A frente acabou quebrando de novo e acabou que não consegui fazer a tomada direito."

"Largamos em 20º, na terceira volta quebrou a direção hidráulica, o que fez a primeira prova não ser muito boa. Saí só no finalzinho dos boxes para testar o carro e ver se estava tudo certo. Fomos para a segunda bateria fazendo tudo mesmo. Usando os pushes, fazendo o que dava."

O outro lado

Ao Motorsport.com Brasil, Rafael Suzuki explicou o ocorrido na última curva, antes da chegada. Segundo o piloto, o carro ficou sem combustível e falhou justamente no contorno da curva 0.

"Eu fiquei sem combustível na última curva", afirmou o piloto. "Depois que freei para a entrada na curva, quando botei o pé de volta no acelerador, o carro apagou."

"Eles (Ricardo Maurício e Julio Campos) alegaram que eu tirei o pé, mas o carro falhou e eu posso mostrar a câmera onboard."

"Tenho todas as provas e as imagens que mostram que o carro falhou. Eu e uma série de pilotos ficamos sem combustível na última volta."

"Entendo a frustração do Ricardinho. Não é uma conta barata de se pagar, mas expliquei aos dois o que aconteceu."

Confira a câmera onboard de Rafael Suzuki, com as luzes do volante do piloto acendendo no meio da curva e o carro de Ricardo Maurício aparecendo no retrovisor.

 

 

compartilhar
comentários
Frio não impede brilho de Grid Girls em Cascavel

Artigo anterior

Frio não impede brilho de Grid Girls em Cascavel

Próximo artigo

Cacá Bueno se envolve em polêmica com bandeirada em Cascavel

Cacá Bueno se envolve em polêmica com bandeirada em Cascavel
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil
Evento Cascavel
Sub-evento Domingo
Localização Autódromo Internacional de Cascavel
Pilotos Julio Campos