Nelsinho vê potencial de melhora do carro para Le Mans

Junto com Nicolas Prost e Nick Heidfeld, brasileiro conseguiu a quarta posição nas 6 horas de Spa neste sábado

Nelsinho vê potencial de melhora do carro para Le Mans
Podium LMP1: first place Matheo Tuscher, Dominik Kraihamer, Alexandre Imperatori, Rebellion Racing, second place RNicolas Prost, Nick Heidfeld, Nelson Piquet Jr., Rebellion Racing, third place Simon Trummer, James Rossiter, Oliver Webb, ByKolles Racing
#12 Rebellion Racing Rebellion R-One AER: Nicolas Prost, Nick Heidfeld, Nelson Piquet Jr.
#12 Rebellion Racing Rebellion R-One AER: Nicolas Prost, Nick Heidfeld, Nelson Piquet Jr.
#12 Rebellion Racing Rebellion R-One AER: Nicolas Prost, Nick Heidfeld, Nelson Piquet Jr.
Carregar reprodutor de áudio

Duas vezes entre os cinco primeiros. Este é o saldo de Nelson Piquet Jr. e do protótipo #12 da equipe Rebellion, que hoje terminou na quarta posição nas 6 horas de Spa, na Bélgica. O brasileiro esteve ao lado de Nicolas Prost e Nick Heidfeld.

“Foi um resultado bom para a equipe, então ficamos contentes. Nós ainda procuramos encontrar no carro #12 um pouco mais de velocidade que o carro #13 tem. O equipamento se mostrou confiável nas duas primeiras corridas e isso nos deixa otimistas para Le Mans, mesmo sabendo que uma prova de 24 horas é diferente das corridas de 6 horas que tivemos em Silverstone e Spa." 

"Mesmo assim é mais um pódio entre as equipes privadas e ainda brigamos até o final para ir mais à frente, então vamos lutar por mais uns décimos na próxima”, observou o piloto.

O primeiro stint na tradicionalíssima pista belga ficou a cargo do piloto alemão, que largou com o carro #12 em oitavo no grid e entregou para Piquet na mesma posição após sua segunda parada no box. Havia passado 1h30min de corrida, e o protótipo da Rebellion acumulava 42 voltas na prova que teve público de 56 mil pagantes.

Três giros mais tarde, Piquet conquistou duas posições na pista, durante as paradas dos carros híbridos #7 e #1. O brasiliense sustentou o sexto lugar durante o safety-car provocado pelo capotamento do carro #95, trocou pneus e entregou em quinto para Nico Prost, após ganhar outra posição na volta 87.

O francês ficou na pista por pouco mais de uma hora, passando a pilotagem para Heidfeld no trecho final, quando o carro da Rebellion conquistou mais uma posição, recebendo a bandeirada em quarto.

A próxima etapa do FIA WEC será as 24 Horas de Le Mans.

compartilhar
comentários
Di Grassi celebra fim de "ciclo de má sorte" em vitória
Artigo anterior

Di Grassi celebra fim de "ciclo de má sorte" em vitória

Próximo artigo

Di Grassi: "é um peso que sai das minhas costas"

Di Grassi: "é um peso que sai das minhas costas"