Última volta sensacional define vencedor da F4 Brasil em Interlagos

O pole Nicholas Monteiro liderou 16 das 17 voltas, até o ataque do vencedor Lucas Staico e do segundo colocado Pedro Clerot

Lucas Staico

A Fórmula 4 Brasil mostrou neste domingo (7), em Interlagos, que a categoria criada pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) vai alcançando seus objetivos no País. Projetada para gerar um ambiente competitivo e propício ao aparecimento de jovens talentosos e arrojados, a F4 viu a prova de hoje ser decidida por intensas batalhas durante todas as 17 voltas no Autódromo José Carlos Pace.

Mas foi no último giro pelos 4.309 metros do traçado que recebe o GP do Brasil de Fórmula 1 que os jovens – em sua maioria na faixa dos 15 anos de idade – mostraram que não estão na pista para brincadeiras. Embora o pole position Nicholas Monteiro tenha comandado a prova por 16 dos 17 giros, foi nas últimas curvas que Lucas Staico e Pedro Clerot conseguiram superar o líder, conquistando respectivamente o primeiro e o segundo lugares.

O editor recomenda:

O pódio da categoria foi resumo do esforço e aplicação que reina na F4: o vencedor Staico estava exultante mas ciente de que realizou uma façanha, o segundo colocado e líder da pontuação Clerot não escondia o inconformismo por ter perdido pontos justamente para seu maior rival no momento (Staico), e o terceiro colocado Monteiro estava incrédulo por ter pilotado com perfeição, comandado praticamente toda a corrida, mas ter sido forçado a ceder a vitória devido ao desgaste do carro.

Staico largou da quinta posição e durante toda a corrida esteve envolvido em disputas de posição com Clerot, Vinícius Tessaro (Cavaleiro Sports), Nicolas Giaffone (Cavaleiro Sports), Álvaro Cho (KTF Sports) e Ricardo Gracia (Full Time Sports).

O piloto da TMG Racing subiu para quarto na segunda volta e iniciou uma caçada aos dois líderes, chegando ao terceiro posto na oitava passagem. O trio seguiu sempre próximo, com Clerot forçando Staico a render o seu máximo se quisesse manter o segundo lugar.

A partir da penúltima volta, Monteiro começou a perder rendimento, permitindo a aproximação da dupla. E foi no Esse do Senna, já na volta final, que Staico conseguiu aplicar uma manobra precisa, superando Monteiro, que a partir de então teve que lidar com Clerot, visivelmente focado em perseguir a liderança. Clerot superou Monteiro no miolo do traçado e, enquanto o pole administrava a perda de rendimento, o piloto da Full Time colou no ponteiro Staico.

Os dois receberam a bandeirada separados por só 0s5, em uma das chegadas mais sensacionais deste ano de estreia da F4. “Nosso carro esteve muito rápido durante a prova toda. Quando consegui passar o Pedro (Clerot) forcei pra chegar no Nick (Nicholas Monteiro)”, lembra Staico.

“Mas quando encostei nele eu achei que não ia passar. Então na última volta consegui sair colado nele depois da Junção e pegar um vácuo na reta dos boxes, que me ajudou a fazer a ultrapassagem no Esse do Senna. A partir daí meu trabalho foi segurar e defender a posição até a bandeirada, já que faltava menos de uma volta para acabar a corrida”, detalhou o vencedor Lucas Staico, da TMG Racing.

“A ultrapassagem (sobre Monteiro) foi bem no finalzinho da corrida, você viu né? Quase que não deu!”, disse Clerot, comentando o seu desempenho na última volta. “Sofremos um pouco com o motor nestes dias, mas acho que na soma fizemos um bom trabalho. Tenho que agradecer à equipe por isso. Para o campeonato poderia ter sido melhor, porque o Lucas (Staico) descontou alguns pontos. Mas estou confiante. Mês que vem tem mais uma etapa”, completou o líder do campeonato.

Com o resultado deste domingo, Clerot manteve a liderança da pontuação com boa dianteira. O piloto da Full Time Sports agora soma 178 pontos, contra 101 de Staico e 74 de Tessaro (Cavaleiro Sports). Nic Monteiro vem a seguir, com 72, com Giaffone na quinta posição, totalizando 63 pontos.

A quarta etapa da F4 Brasil será disputada no dia quatro de setembro, no autódromo Velocitta, novamente com três corridas válidas para a temporada 2022. O evento será realizado em conjunto com a Stock Car.3ª etapa, Interlagos, Corrida 031) Lucas Staico, TMG Racing, 17 voltas em 27min50s8342) Pedro Clerot, Full Time Bassani, a ­0s5373) Nicholas Monteiro, TMG Racing, a 1s3324) Vinícius Tessaro, Cavaleiro Sports, a 3s7235) Nicolas Giaffone, Cavaleiro Sports, a 11s2286) Luan Lopes, KTF Sports, a 11s5467) Fefo Barrichello, Full Time Sports, a 11s9908) Felipe Barrichello Bartz, Cavaleiro Sports, a 16s8179) Nelson Neto, Full Time Sports, a 17s47210) Lucca Zucchini, TMG Racing, a 19s921Campeonato após três etapas (9 corridas)1) Pedro Clerot, 178 pontos2) Lucas Staico, 1013) Vinícius Tessaro, 744) Nicholas Monteiro, 725) Nicolas Giaffone, 636) Fefo Barrichello, 567) Ricardo Gracia, 528) Luan Lopes, 359) Felipe Barrichello Bartz, 3110) Nelson Neto, 30

VÍDEO EXCLUSIVO: DRUGOVICH admite que é “MUITO DIFÍCIL” entrar na F1 como piloto oficial e revela PARCERIA

Podcast #189 - Quem tem mais a perder com confusão contratual? Alpine, Piastri, McLaren ou F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Com vitória e quarto lugar, Pedro Clerot amplia liderança na F4 Brasil em Interlagos
Próximo artigo ”Ser pai é muito mais difícil”: a emoção de Rubinho com a vitória do filho Fefo na F4 Brasil

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil