Acidente com Verstappen e engavetamento com Sainz interrompem GP da Toscana de F1

Raikkonen, Gasly, Magnussen, Giovinazzi e Latifi também protagonizaram os incidentes

Acidente com Verstappen e engavetamento com Sainz interrompem GP da Toscana de F1

Corrida inédita na história da Fórmula 1, o GP da Toscana começou agitado em Mugello. Com nove voltas, a 1000ª prova da Ferrari na categoria foi interrompida com bandeira vermelha após dois acidentes envolvendo vários carros neste domingo.

O editor recomenda:

O primeiro deles com Max Verstappen. O holandês teve problemas no motor de sua Red Bull e foi atingido pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Alfa Romeo, causando um acidente múltiplo em Mugello. Na sequência, Raikkonen atingiu o francês Pierre Gasly, da AlphaTauri.

 

Verstappen e Gasly abandonaram. Mais atrás, o espanhol Carlos Sainz, da McLaren, rodou em 'lance' com o canadense Lance Stroll, da Racing Point. Na sequência, o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, tocou de leve em Sainz. Todos seguiram na prova.

Após o safety car causado pelos primeiros incidentes, o carro de segurança saiu e o finlandês Valtteri Bottas, que liderava o pelotão com a Mercedes, acelerou. Logo depois, desacelerou. Com isso, os carros do fundo do grid foram 'enganados' e houve um grande acidente.

Os pilotos de trás foram iludidos pela aparente aceleração de Bottas e pisaram fundo, mas o finlandês reduziu a velocidade e causou um engavetamento envolvendo um total de quatro carros.

Entre eles, Sainz, o italiano Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, o dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, e o canadense Nicholas Latifi, da Williams. O incidente ocorreu na reta de Mugello e causou a interrupção da prova com bandeira vermelha.

 

compartilhar
comentários
PÓDIO: Verstappen 'zicado', acidentes assustadores, polêmica com Bottas e vitória de Hamilton

Artigo anterior

PÓDIO: Verstappen 'zicado', acidentes assustadores, polêmica com Bottas e vitória de Hamilton

Próximo artigo

Filho de Schumi guia Ferrari do pai em Mugello; Vettel tentou comprar o carro

Filho de Schumi guia Ferrari do pai em Mugello; Vettel tentou comprar o carro
Carregar comentários