Fórmula 1
07 ago
Corrida em
03 Horas
:
26 Minutos
:
35 Segundos
04 set
Próximo evento em
25 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
32 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
46 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
109 dias

Alonso assina contrato com Renault para voltar à F1 em 2021

compartilhar
comentários
Alonso assina contrato com Renault para voltar à F1 em 2021
7 de jul de 2020 14:40

Anúncio oficial da terceira passagem de Alonso pela equipe francesa pode acontecer já na quarta

Fernando Alonso voltará à Fórmula 1 em 2021. O bicampeão mundial de F1 teria assinado contrato para a temporada de 2021 pela Renault. Fontes indicam que o anúncio oficial pode acontecer já nesta quarta-feira (08).

Esta deve ser a terceira passagem de Alonso pela Renault. A primeira foi entre 2002 e 2006, conquistando bicampeonato, e depois nas temporadas 2008 e 2009. O espanhol irá ocupar a vaga deixada por Daniel Ricciardo, que já assinou com a McLaren para 2021.

Leia também:

Outro veículo de imprensa que crava a volta do espanhol é a ESPN Britânica, que afirmou que o anúncio oficial deve ser feito nesta quarta-feira. 

Na segunda-feira, o jornal Marca publicou que o salário de Alonso será já de uma realidade pós-Covid, de cerca de 10 a 12 milhões de euros por ano, o que seria uma economia substancial, já que Daniel Ricciardo recebe 20 milhões. Em troca, o piloto desejaria certas garantias de comando, relacionadas à equipe de trabalho, engenheiros e talvez alguma questão relacionada a patrocínios.

Antes da suposta volta à F1, Alonso terá um grande desafio pela frente, o de completar a Tríplice Coroa do automobilismo, tentando uma vitória nas 500 Milhas de Indianápolis, no dia 23 de agosto.

Apesar da Renault ter passado por diversas mudanças ao longo da última década, ainda há muitas pessoas que trabalharam com o espanhol em suas passagens, incluindo o veterano diretor esportivo Alan Permane.

Alonso também se reunirá novamente com o atual diretor técnico da Renault, Pat Fry, que trabalhou com ele tanto na McLaren quanto na Ferrari.

Na semana passada, o chefe da Renault, Cyril Abiteboul, disse que a Renault estava conversando com "grandes nomes", apesar dele ter se negado a falar mais sobre a possibilidade de Alonso.

"Precisamos de um piloto rápido, que precisa entender e comprar o projeto da Renault", disse. "Deixamos muito clara a situação da equipe. Estamos em uma situação única no panorama da F1, mas também somos uma equipe jovem, em crescimento, com algumas dificuldades".

"Precisamos de alguém capaz de entender tudo isso, e que entenda o valor de todo o trabalho, esforço e ética que está sendo colocado nisso. Não estou dizendo que Daniel não entendeu isso. Estou falando sobre o futuro".

"Então estamos falando com alguns nomes, alguns grandes, outros menos conhecidos. Estamos fazendo isso com calma, para garantir que teremos um bom alinhamento entre o que somos como equipe e com o que o piloto busca em uma equipe como a nossa".

RETA FINAL: Bastidores das "tretas" da F1 na Áustria e a participação de Felipe Drugovich

PODCAST: entrevista com Bruno Senna: a trajetória no automobilismo e histórias com tio Ayrton Senna

 

F1: Mercedes admite que design do W11 está causando problemas na caixa de câmbio

Artigo anterior

F1: Mercedes admite que design do W11 está causando problemas na caixa de câmbio

Próximo artigo

Ex-pilotos detonam Vettel por performance na Áustria: "Na F1, você só é tão bom quanto sua última corrida"

Ex-pilotos detonam Vettel por performance na Áustria: "Na F1, você só é tão bom quanto sua última corrida"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1